730 DIAS SEM JULGAMENTO E SEM RESPOSTA DO CASO JEFFERSON ANDERSON FEIJÓ VÍTIMA DO ÓDIO

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 150.000!


Jefferson Anderson Feijó da Cruz foi espancado a pauladas quase até a morte, estuprado e apedrejado aos 23 anos. O crime de homofobia completará dois anos na próxima segunda-feira, dia 7. Jefferson ficou em coma por dois meses por conta de lesões na cabeça, perdeu a voz e os movimentos. Depois de 7 meses internado, está em casa e recebe bem o tratamento, respondendo positivamente ao avanço. 

Robson da Silva Alexandre foi preso em agosto de 2019 (veja a petição aqui), oito meses após o crime, após de denúncia do Ministério Público de Pernambuco por crimes de roubo qualificado e estupro. Testemunhas relatam que Robson assediava Jefferson em uma festa, tentava ter relações sexuais, pedia bebida, Jefferson negava e era ameaçado com "eu vou te pegar, viadinho".

Mas como a prisão é apenas preventiva, a família de Jefferson teme neste momento que Robson responda em liberdade. O promotor do caso informou que existe esse risco e a justiça do Estado de Pernambuco pode soltá-lo a qualquer momento, por falta de depoimento da vítima, uma vez que Jefferson perdeu a voz e os movimentos. Além de não conseguir falar, Jefferson não pode trazer o caso à memória e "revivê-lo" por conta das graves sequelas psicológicas.

Este é um caso URGENTE perto de tantos outros que acometem pessoas LGBTQIAP+, que são diariamente agredidas e violentadas. Não passarão!

Assine para que a Justiça de Pernambuco realize o julgamento do caso e não solte o responsável por esse crime bárbaro contra Jefferson!

Você também pode fazer uma doação de 10,00 através da rifa on-line: https://www.rifatech.com/182720016.xhtml

Mais informações no instagram.com/movimentolutecomoele e no www.facebook.com/movimentolutecomoele 

Siga Instagram.com/robheriolimaof e acompanhe as causas LGBTQIAP+