Punição ao morador que ameaça cachorros antes que seja tarde demais

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Gostaria de exigir, por meio deste abaixo-assinado, a punição do morador do nono andar do Ca’d’oro Residências, que ameaçou verbalmente a vida da minha cachorrinha Madona, uma adorável vira-lata, dócil, brincalhona e querida por todos que a conhecem. No dia 19/05/20, por volta de meio-dia, o referido morador saiu do apartamento dele, sem máscara, em plena pandemia, nos expondo a uma possível contaminação, para destilar ódio e nos ameaçar enquanto aguardávamos o elevador de serviço para levar nossa filhota à área pet.

O motivo do ódio dele foram alguns poucos latidos de alegria que Madona deu no corredor, logo que saímos de casa. Em nenhum momento ela latiu diretamente para ele. Inclusive ela não estava mais latindo quando ele veio até nós, gritando e falando palavrões. Ficamos todos assustados, principalmente a Madona.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que passamos por isso. Em dezembro do ano passado esse morador fez a mesma coisa, nos agrediu verbalmente e ameaçou enquanto aguardávamos o elevador. Na ocasião, ele veio até o corredor seminu, aparentemente embriagado. Foi assustador e constrangedor. Na época eu fiz uma reclamação formal com a administração que botou panos quentes, dizendo que ele era uma ótima pessoa e que era para eu ficar tranquila que isso não voltaria a acontecer.

Mas é impossível ficar em paz sabendo que nossa segurança está em jogo. E pior, dentro do nosso próprio condomínio! Desde a primeira ocorrência eu utilizo um objeto chamado veda-porta, de tecido e espuma, para impedir que ele colocasse algo com veneno por baixo da nossa porta para machucar nossa cachorrinha. Toda vez que saio com ela e ouço que algum morador está girando as chaves para abrir a porta, fico com medo que seja ele e meu coração dispara.

Depois desse segundo episódio estamos com muito medo do que ele possa vir a fazer conosco, com nossa filha Madona ou com qualquer outro cachorro do prédio. Felizmente, desta vez temos o ocorrido registrado em um vídeo.

Reforço o meu desejo, e também dos outros donos de cachorro do Ca’d’oro, que este abaixo-assinado surta efeito, que o morador seja responsabilizado e devidamente penalizado, conforme previsto no regulamento do condomínio.

Marcela Lima