TOMBAMENTO da antiga ESTAÇÃO FERR0VIÁRIA DE ARAÇATUBA

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


ARAÇATUBA QUER ACABAR COM PATRIMÔNIO HISTÓRICO NO CENTRO.

NÃO a demolição da Estação Ferroviária no Centro de Araçatuba.

LUTEM POR ISTO - PRECISAMOS DE VOCÊ;

ARAÇATUBA QUER ACABAR COM PATRIMÔNIO HISTÓRICO NO CENTRO.

Quem perde são todos nós.

No Jornal Folha da Região desta terça-feira, dia 23 de Março de 2019, deparo em destaque na capa uma foto da Antiga Estação Ferroviária na Avenida dos Araças, onde o título "PREFEITURA ESTUDA DEMOLIR ANTIGA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA" gera comoção e choque ao mesmo tempo.

Segundo o Jornal, nesta segunda-feira, dia 25 de Março de 2019, a Prefeitura de Araçatuba confirmou a intenção de demolir a antiga estação ferroviária.

Ao ler mais um pouco, vemos que tem interesse na demolição da nossa História a loja HAVAN, onde na época gostaria que fosse demolida a nossa história para que a loja tivesse "maior visibilidade central da cidade".

Honestamente não sabia deste imbróglio, e como Araçatubense que luta por manter a sua História viva nas redes sociais, temos que alertar que a população tem o direito de opinar sobre este assunto.

Manter vivo a História de Araçatuba é cultural, e temos que lutar por isto, e pra isto existe o CONDEPHAAT.

Nós não podemos tolerar isto, e vamos fazer valer a nossa voz, e vamos fazer barulho. Porque não transformar o local em algo totalmente cultura. Porque não reformam o Terminal de Ônibus e Estação Ferroviária para que fiquem limpos, seguros e sem pixações.

Eles precisam saber que a ideia de demolição é contra os princípios da população.

Não podemos ficar calados e é ímpossível imaginar que isto possa acontecer.

Logo mais eles podem até pensar em derrubar também a Oficina de Locomotivas para dar lugares a outros estabelecimentos comerciais ou estacionamento.

E NOSSA HISTÓRIA SE APAGA NA PRIMEIRA MARRETADA...

O Portal HOJE MAIS dá uma boa avaliada e diretrizes do que está acontecendo.

https://www.hojemais.com.br/…/possivel-demolicao-da-estacao…

___________________________________________

O CONDEPHAAT

O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico tem a função de proteger, valorizar e divulgar o patrimônio cultural no Estado de São Paulo. Nessa categoria se encaixam bens móveis, imóveis, edificações, monumentos, bairros, núcleos históricos, áreas naturais, bens imateriais, dentre outros.

Desde 1968 O CONDEPHAAT já tombou mais de 500 bens. Eles formam um conjunto de representações da história e da cultura no Estado de São Paulo entre os séculos XVI e XX. As cidades que possuem bens tombados encontram-se representadas no mapa do Estado de São Paulo.

POR QUE PRESERVAR O PATRIMÔNIO?

Para que esse conjunto de bens continue fazendo parte da vida das pessoas, inclusive adquirindo novos usos e significados. Um exemplo ilustrativo, na cidade de São Paulo, é a Estação da Luz. Tombada pelo CONDEPHAAT, continua exercendo a função original de entroncamento ferroviário, mas também abriga o Museu da Língua Portuguesa e uma estação de Metrô.
TOMBAMENTO

O tombamento é um ato administrativo realizado pelo poder público, com o objetivo de preservar para a população bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e até afetivo. A intenção é impedir que esses bens venham a ser destruídos ou descaracterizados.

O tombamento pode ser promovido pelas esferas federal, estadual ou municipal. O órgão federal é o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). No caso do Estado de São Paulo, o órgão é o CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico). No caso da cidade de São Paulo, é o CONPRESP (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo), sendo que inúmeras outras cidades também vêm criando seus conselhos municipais.

Todo cidadão, organização pública, civil ou privada tem o direito de solicitar ao CONDEPHAAT a proteção de bens culturais que considere importantes para a memória e para a preservação ambiental.

Esta proteção se inicia com a abertura do processo de tombamento pelo Colegiado do órgão e completa-se com a homologação do Secretário da Cultura e a publicação da Resolução de Tombamento no Diário Oficial do Estado.

Fonte: http://condephaat.sp.gov.br/o-condephaat-e-a-upph/

Mais informações - Procure Araçatuba Antiga no Facebook

https://www.facebook.com/aracatubaantiga/