Fim do horário verão

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


Uma equipe de pesquisadores suecos conduziu um estudo no ano de 2008 que apontou  um aumento de 5% nos índices de ocorrências de ataques cardíacos em relação a outras épocas do ano.

As pessoas dormem antes do habitual e acordam uma hora mais cedo. A alteração do horário de sono, segundo especialistas, pode trazer alguns prejuízos, como sonolência durante o dia, insônia à noite, cansaço e falta de apetite.

Uma hora pode não parecer tempo suficiente para significar muita coisa, mas pode ter certeza de que isso já é o bastante para alterar o funcionamento do relógio biológico humano. E essas mudanças podem afetar o seu ritmo cardíaco, suas funções de imunidade e defesa de seu organismo e até mesmo desregular suas “costumeiras” idas ao banheiro.

Ele causa desconforto para a maioria das pessoas, podendo prejudicar a saúde, o rendimento no trabalho e nos estudos e levar a acidentes. Foi considerado ineficaz para gerar economia no setor elétrico.

Pela primeira vez, foram pesquisados os efeitos do horário de verão na saúde dos brasileiros e veja só os resultados:

50% (metade) da população se sente mal no horário de verão.

Desses 50%, 25% se ajusta em mais ou menos um mês.

Os outros 25% não se ajustam durante todo o horário de verão.

7 SINTOMAS DE QUE O HORÁRIO DE VERÃO ESTÁ INTERFERINDO NA SUA SAÚDE

Mal-estar generalizado

Dor de cabeça

Sonolência excessiva durante o dia

Insônia durante a noite

Problemas gástricos

Redução da concentração

Redução da produtividade



Hoje: Marco está contando com você!

Marco Aurélio precisa do seu apoio na petição «Poder Executivo Federal: Fim do horário verão». Junte-se agora a Marco e mais 14 apoiadores.