MANIFESTO PELO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


MANIFESTO PELO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

“Não é fácil falar com um fascista. Quando o outro toma a palavra, ele reage interrompendo-o com insolência. Ele é inacessível à razão porque só a enxerga na capitulação do outro”. (Max Horkheimer e Theodor Adorno, “Dialética do Esclarecimento”, 1947). 

Direitos. Nunca se ouviu tanto falar nessa palavra. Uma das grandes  vitórias da democracia brasileira, nos últimos anos, foi a conquista de Direitos declarados na Constituição de 1988. Nossa sociedade pode constatar na prática a importância de ascender aos direitos à Educação, à Saúde, à Cidadania, à Vida e a Liberdade. Entretanto, nos últimos anos, uma narrativa foi sendo construída: os direitos não são direitos, mas sim privilégios.

A elite nunca esteve satisfeita com o espaço democrático e com as conquistas sociais. Mediante os meios de comunicação, tomaram para si os símbolos nacionais e definiram no imaginário um tipo de desordem quanto ao tema mais caro da sociabilidade humana: ética. Dedicou todo o espaço narrativo para a corrupção, como se fora obra de apenas um partido. A corrupção precisa ser combatida, mas não com irracionalidade nem com uma proposta que retira da sociedade a liberdade de debatê-la de forma ampla e complexa. O resultado desta situação foi a elevação de uma liderança irracional, que se aproveita do momento turbulento, sabendo capitalizar a indignação da sociedade,relegando o passado recente, imbricando religião e justiçamento, como se esse apelo fosse resolver os graves problemas do Brasil.

Em 2018 vimos ficar mais claro essa irracionalidade, a partir da elaboração de um projeto de poder, construído na recusa ao outro, ao diferente. A maior conquista da modernidade foi a de reconhecermos a diversidade na sociabilidade. Somos pretos, brancos, héteros, homos, cristãos de todas as confissões, ateus... enfim, somos humanos. Mas, a proposta política que está se impondo, tenta castrar a liberdade e as várias conquistas de direitos. O grande escritor Humberto Eco (O fascismo eterno. In: Cinco escritos morais, 2002), predizia que “em nosso futuro desenhava-se um populismo qualitativo da TV ou internet, no qual a resposta emocional de um grupo selecionado de cidadãos pode ser apresentada e aceita como a voz do povo”. A sociedade está sendo arrastada por uma proposta que claramente atinge a liberdade e em nome dela pretende sufocar nosso grito.

A Diretoria da Adupe tem seus princípios marcados por  elementos que são  primordiais à sua própria essência: Estado Democrático de Direito; Independência Sindical; Autonomia Universitária; Ensino Público, Gratuito e de Qualidade; Seguridade Social; Direito Universal à Saúde; Justiça Social; Cidadania; Ética; Soberania Nacional; Dignidade Humana; Liberdade de Organização e Manifestação; Livre Circulação de Pessoas e defesa do Patrimônio da Nação Brasileira.

Por isso, nesse momento de grave crise política, nos posicionamos a favor da manutenção do ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO e alertamos à comunidade acadêmica para enfrentar a irracionalidade. Lembremos que “assim começa o fascismo. Ele não diz nunca seu nome, ele ascende, escala. Quando mostra a ponta de seu nariz, dizemos: É ele? Acham mesmo? Não é preciso exagerar. E um dia ele se enfia pela goela e é muito tarde para expulsá-lo”. (Françoise Giroud, “Gais-z-et-contents”, 1996).

Nós, professores e professoras de Universidade de Pernambuco vamos unir nossas forças e agir. Não estamos debatendo ou defendendo ideologia partidária, precisamos defender a nação brasileira, a pluralidade nacional, a liberdade e a paz.

Conclamamos as professoras e os professores da Universidade de Pernambuco a assinar esse abaixo assinado pelo Estado Democrático de Direito.

Recife, 15 de outubro de 2018



Hoje: ADUPE SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UPE está contando com você!

ADUPE SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UPE ADUPE precisa do seu apoio na petição «Pelo : MANIFESTO PELO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO». Junte-se agora a ADUPE SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UPE e mais 273 apoiadores.