Abaixo-assinado encerrado
Pressionando Gestor Parque Nacional do Caparaó e 3 outros

Retorne a Pesquisa do Clima e Astronômica

Alarmes em tempo real, prevenindo incêndios e acidentes devido a trombas d ́água, são alguns dos benefícios diretos que o Parque Nacional do Caparaó (PNC) perdeu devido ao cancelamento de um projeto de pesquisa que vinha sendo realizado pelo GOA-Observatório Astronômico da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) desde 2012. Além disso, os dados, mesmo preliminares, também já indicavam claramente que o Caparaó é um dos melhores lugares do país para o funcionamento de um observatório astronômico.

INÍCIO DA PROIBIÇÃO

No dia 15/8/14 um grupo de estudantes visitariam o Parque, além dos pesquisadores, com autorização emitida um mês antes pelo responsável pelas visitas. Um dia antes da visita, o chefe do Parque envia uma mensagem dizendo que não poderiam vir, devido reorganização do Parque. 

Como já tinham ônibus contratado, o grupo vai, mas o chefe tenta negar a entrada. Após mostrarmos as mensagens com a autorização, nos permite ficar apenas um dia, mas os auxiliares de pesquisa não são permitidos ficarem na casa dos pesquisadores, mesmo com mais de 15 lugares vagos e mostrando a autorização de pesquisa e o Termo de Responsabilidade dos Auxiliares de Campo. O Chefe do Parque, proibiu de ficar num local construído para esse fim um dia antes da partida.

Para justificar seus erros, uma série de calúnias foram lançadas contra a equipe do GOA por esse chefe, Porém nada foi provado.

Veja mais detalhes na página do projeto: http://www.astro.ufes.br/parque-caparao-proibe-pesquisa

Em 17/9/14 mais um absurdo. Novamente, sem justificativas, o chefe do Parque proíbe definitivamente que a equipe do GOA fique na casa construída para pesquisadores e diz que o apoio era apenas "cordial". Como assim? Usar o bem público para os seus próprios interesses? Na mesma mensagem impõe a retirada de um datalogger, alegando impacto (o aparelho é do tamanho de um celular).

Em setembro/2014 foi feita uma denúncia no Ministério Público Federal contra as irregularidades do Parque.

Desde final de 2014 até início de 2016 a pesquisa ficou prejudicada sem podermos dar a devida manutenção à Estação e medirmos a qualidade do céu.

Aproveitando-se da morosidade da justiça , mais um absurdo: o chefe da Unidade manda retirar a Estação Meteorológica e se mostra contra qualquer projeto de Observatório Astronômico no Parque.

Solicitamos reconsideração ao Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), que nos nega, aceitando as calúnias do chefe, que é indicado pelo próprio instituto.

Infelizmente o GOA não é o único perseguido pelo chefe da Unidade. Várias pousadas e fazendeiros estão invadindo e desmatando o entorno do Parque, mas não fazem nada contra eles. Até pagaram indenizações. O único processo de desocupação é com pobres famílias de índios Guaranis que vivem harmonicamente no seu entorno.

Não vamos deixar uma pessoa acabar com uma pesquisa tão importante para uma região tão bela e vulnerável.


O QUE É O O GOA

Este abaixo-assinado foi entregue para:
  • Gestor
    Parque Nacional do Caparaó
  • Analista Ambiental
    ICMBio (Instituto Chico Mendes da Biodiversidade)
  • Analista Ambiental
    Parque Nacional do Caparaó
  • Analisador dapesquisa
    Pesquisa


GOA Gaturamo Observatório Astronomico fez este abaixo-assinado do zero e agora já tem 242 apoiadores. Faça você também um abaixo-assinado e mude o que você quiser.




Hoje: GOA está contando com você!

GOA Gaturamo Observatório Astronomico precisa do seu apoio na petição «Parque Nacional do Caparaó e ICMBio Proíbe a Pesquisa do Clima e Astronômica». Junte-se agora a GOA e mais 241 apoiadores.