Hospital Emílio Ribas pede socorro.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


O Hospital Emílio Ribas passa por uma crise jamais vista em sua história. Após as mudanças administrativas , que a secretaria de saúde do estado de Sao Paulo vem realizando no Hospital Emílio Ribas , tirando sua autonomia para realizar pesquisas na área epidemiológica de doenças infecto-contagiosas , vem minando sua capacidade estratégica de prevenção e tratamentos de pacientes em caso de uma epidemia na cidade de São Paulo. 

Queremos que devolvam ao Hospital Emílio Ribas o estatus de Instituto de pesquisas de doenças infecto-contagiosas,  e que possa ter autonomia para gerir recursos junto à sociedade civil.

O Hospital Emílio Ribas deve ser tratado como um hospital estratégico para a saúde pública e por isso , não deve ser privatizada.

Historicamente, o Hospital Emílio Ribas sempre desempenhou um papel de excelência em pesquisas de doencas infecto-contagiosas e é referência internacional na pesquisa de HIV / AIDS .

Ao longo de sua história,  muitos médicos e profissionais de saúde,  têm sido treinados neste hospital, deste modo , complementando à formação de médicos formados em todo o Brasil.

O Brasil perderá um importante Centro de pesquisa e tratamento caso o Hospital Emílio Ribas,  seja privatizado.

Neste momento, por causa das mudanças que a secretaria de saúde do Estado de São Paulo,  transformando o Hospital Emílio Ribas em um simples hospital público,  limitou as verbas publicas para pesquisas. As reformas estão interrompidas, prejudicando o atendimento à população do Brasil, limitando a sua capacidade de atendimento.

Faltam medicamentos básicos,  e outros insumos necessários para o atendimento da população. 

O Hospital Emílio Ribas,  virou uma " UBS de luxo " .

Para mudar esta situação,  é preciso dar autonomia ao Hospital Emílio Ribas para buscar recursos junto à sociedade paulistana e brasileira. Para continuar suas pesquisas, formação e treinamentos aos médicos visitantes de todo o Brasil e internacional.