Contra as mordomias da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


Durante as eleições para Presidente do Senado, o senador eleito Reguffe, em seu discurso, falou sobre todos os cortes de gastos que promoveu em seu gabinete, são eles:

O senador lembra ser exemplo do que defende: tem apenas nove assessores, abriu mão do plano de saúde vitalício e outros benefícios. “Com essas medidas que tomei no meu gabinete, economizei R$ 16 milhões só de gastos diretos, sem contar gasolina e encargos, por exemplo. Se multiplicar por 81, dará mais de R$ 1 bilhão”

Disse ainda sobre 7 medidas que apresentaria para cortes gerais. Ele não ganhou, mas suas palavras ecoaram em nossos ouvidos e, no momento mais difícil do país, não é certo nem justo que os parlamentares disponham de tantos benefícios que custam tanto no bolso da população.

“O Senado precisa mudar. A minha candidatura visa colocar alguns temas em debate. Apresento um conjunto de sete propostas objetivas”, iniciou o brasiliense. “Fim do salário extra, fim da verba indenizatória, fim dos carros oficiais, redução do número de assessores de 55 para 12, redução para verba de pagamento de assessores, fim do plano de saúde vitalício, fim da aposentadoria especial para parlamentares”, listou. (Fonte: metropoles.com)

Precisamos que este abaixo-assinado tenha entre 1 e 10 milhões de votos para que eles entendam que a população está em sintonia e que desejam que eles dêem o exemplo ao cortar todos os gastos excessivos e injustos.

Como as casas tiveram grande renovação de parlamentares, podemos esperar que eles promovam os cortes necessários. Contamos com todo mundo. Os cortes vão beneficiar a todos pois o dinheiro poderá permitir redução de impostos ou a aplicação dos recursos em áreas mais urgentes como saúde, educação, segurança, infraestrutura. 

Faça sua parte, assine e compartilhe para todos pois a vontade do povo deve ser a vontade dos parlamentares.