Vitória confirmada
Pressionando Presidência Clube Hebraica São Paulo

Não aceitamos Bolsonaro na Hebraica- SP

Impossível ficar passivo ao convite para que Jair Bolsonaro venha ser entrevistado para uma plateia na Hebraica de São Paulo.

Tomados pela incredulidade de convite para entrevista com plateia de Jair Bolsonaro na sede do clube, nós judeus brasileiros chamamos a direção da Hebraica-SP para ponderar as implicações de tal atividade para a comunidade judaica brasileira como um todo, e a paulista em especial.

Bolsonaro representa a extrema direita brasileira e em todas oportunidades em que lhe é permitido falar, explora e ataca as minorias entre as quais, nós judeus, nos encontramos.

Ele é homofóbico, misógino, racista e antissemita por natureza e convicção.  Idolatra a extrema direita neonazista e admira os torturadores da ditadura militar, a qual enaltece em todas as oportunidades.

Por tudo isso que em nome da memória de Vladmir Herzog, Iara Iavelberg, Ana Rosa Kucinski, Gelson Reicher, Chael Charles Schreier, e tantos outros judeus vítimas da ditadura, os abaixo assinados pedem que a Hebraica - SP não permita ato com Jair Bosonaro na sede do clube.

Este abaixo-assinado foi entregue para:
  • Presidência
    Clube Hebraica São Paulo


    Mauro Nadvorny fez este abaixo-assinado do zero e agora já venceu com 3.804 apoiadores. Faça você também um abaixo-assinado e mude o que você quiser.




    Hoje: Mauro está contando com você!

    Mauro Nadvorny precisa do seu apoio na petição «Clube Hebraica São Paulo: Não aceitamos Bolsonaro na Hebraica- SP». Junte-se agora a Mauro e mais 3.803 apoiadores.