Topic

museus

8 petitions

Started 4 months ago

Petition to imprensasecult@gmail.com , iegoinr@gmail.com

MOVIMENTO CASA DAS ONZE JANELAS - Contra o desmonte!

Décadas atrás constituiu-se um Gabinete de Papéis no Museu Casa das Onze Janelas, com projeto museológico e arquitetônico desenhado para acolher obras de arte em papel do acervo do Estado do Pará, nesse suporte tão delicado e frágil ao clima da região Norte.  Arquitetura, museologia, educativo etc., e vários profissionais envolvidos na construção desse ambiente com dinheiro público.  Espaço que ativa processos museológicos, história da arte e memória.    Nos últimos dias de abril de 2019 o Gabinete foi desmontado e remontado em outro prédio, sem consulta pública, sem considerar questões museais, sem reflexão sobre seu papel para a sociedade ou sobre os processos técnicos, conceituais, simbólicos e financeiros envolvidos em sua criação e permanência.  O mais grave: este espaço de arte foi desmontado para a construção de ambiente volta à gastronomia: há anos o Museu Casa das Onze Janelas é ameaçado de fechar para que lá se crie um polo gastronômico. A sociedade se manifestou e o decreto foi extinto!  Agora, neste novo governo, retoma-se o mesmo desrespeito às artes. Na surdina, uma sala importantíssima para a Arte, a Museologia e a Cultura é desmontada sem debate com a sociedade! Ajude na luta para reverter essa agressão e desrespeito ao povo do Pará! Assine esta petição para que o Gabinete de Papéis volte e permaneça em seu local original, e o Museu Casa das Onze Janelas, o único museu de arte contemporânea do Pará, e do norte do país, não seja desmontado!!! (Atualizado)     PELO MUSEU CASA DAS ONZE JANELAS!!! Abaixo a Carta enviada pelo Movimento Casa das Onze Janelas: CARTA ABERTAAoSistema Integrado de Museus- SIMSr. Armando SobralDiretor Nos últimos dias diversos rumores vem tomando de assalto as redes sociais sobre mudanças de uso de salas do Museu de Arte Casa das Onze Janelas, mais especificamente sobre o fechamento da Sala Ruy Meira, que abriga o Gabinete de Papéis, para ser ocupada com projeto de museu gastronômico.As informações veiculadas sinalizam claramente a retomada, pelo atual governo, do intento de criação de um polo gastronômico que se utiliza indevidamente dos espaços daquele museu de arte colocando em risco a permanência do projeto artístico legitimamente consolidado em 17 anos de atuação. Lembramos que o referido polo foi foco de intenso embate entre o Governo do Estado, na gestão de Simão Jatene, e a sociedade civil, e a mobilização entre artistas e intelectuais gerou grande eco na imprensa, ultrapassou as fronteiras nacionais e culminou inclusive na revogação do decreto que continha as linhas gerais daquele projeto. Considerando as manifestações de atores culturais sobre o assunto solicitamos ao SIM, e consequentemente à Secult, na pessoa de sua representante máxima, Sra. Úrsula Vidal, uma audiência aberta à comunidade em geral, para esclarecimentos sobre o referido projeto. Acreditamos ser imprescindível, em um ambiente democrático, que decisões que afetam o uso de um equipamento cultural público já consolidado sejam tomadas a partir de consulta com o segmento social por ele atendido. Aguardamos, com brevidade, uma posição quanto ao referido pleito, certos de contar com sua compreensão. Após tentativa de diálogo com a Secretaria de Estado de Culutra do Pará, em que todos os procedimentos foram questionados e não considerados, foi aberto pregão eletrônico para a abertura de espaços alimentares nas salas que eram destinadas ao educativo e exposições, conforme pode ser evidenciado no no fragmento do documento do pregão que descaracteriza os usos da Casa das Onze Janelas. >>>>>>> ABAIXO DETALHES DO PREGÃO QUE ACABA COM A FUNÇÃO DO MUSEU EM SEU PISO TÉRREO "PREGÃO ELETRONICO 06/2019 - SECULT - PROCESSO: 2019/257957 A Secretaria de Estado de Cultura do Estado do Pará - SECULT neste ato, representada pelo seu pregoeiro, de- signado pela Portaria n o 356 de 31 de maio de 2019 torna público que realizará procedimento licitatório, na modalidade Pregão Eletrônico, pelo tipo MAIOR PERCENTUAL DE DESCONTO POR ITEM, cuja finalidade é selecionar a proposta mais vantajosa para a administração, que será julgada em restrita conformidade com os princípios básicos da licitação, segundo cláusulas e condições previstas neste Instrumento Convocatório e seus anexos, a seguir. [...] 3.2. O Restaurante Das Onze que compreende o salão com paredes de pedras e a área para cozinha industrial será um espaço onde os visitantes degustarão o melhor da culinária paraense. A apreciação será através dos pratos preparados no local com produtos regionais, produtos estes que poderão ser vendidos na loja, a qual será instalada no salão com expositores que dilvuguem os produtos em questão, e o cardápio também poderão ser apresentados em formato tipo comidinha, tal como tapas amazônicas (utilizando-se de matéria prima como pupunha, palmito, pimenta e outras iguarias locais), as quais poderão ser preparadas no balcão que ficará na sala de pedras, que poderá dar suporte a eventos gastronômicos, tais como aulas, palestras e degustações. A CESSIONÁRIA terá um restaurante cujo cardápio e produtos para venda deverão ter identidade paraense. 3.3. O Café das Onze consiste em um local onde a CESSIONÁRIA disponibilizará para venda aos visitantes produtos típicos desse comércio, tal como cafés, licores, achocolatados, pães, tortas e doces, porém tendo como matéria prima preferencial o produto regional: o café e o achocolatado produzidos em terras paraenses, o licor e quitutes de frutas regionais ou de outro elemento típico do Pará. O espaço também será destinado à venda de Sorvetes com sabores de frutas regionais amazônicas, preferencialmente. Nesta área disponibilizada à CESSIONÁRIA poderá ser incluído o logotipo e o nome fantasia próprios do estabelecimento, porém há de se ter o cuidado da identidade visual não conflitar com as características do Espaço Cultural. 3.4. O Tacacá Das Onze será um quiosque destinado à venda de comidas típicas, tal como acontece em barracas caracterís- ticas desse tipo de comércio nas ruas de Belém. A CESSIONÁRIA disponibilizará de uma estrutura para a venda de comidas típicas, como por exemplo, o tacacá, vatapá, maniçoba e arroz paraense. 3.5. A Aldeia das Onze consiste em 07 (sete) empreendimentos do tipo “Food Bike”, ou seja, serão bicicletas ornamentadas seguindo uma estrutura e estética padronizadas para que nelas possam ser comercializadas as chamadas “comidas de rua”, que são tão comuns na nossa região: cachorro quente, açaí na cuia, churrasquinho, bebidas, pipoca e salgados da culinária paraense. Neste lote também se inclui o carrinho de Raspa-Raspa (bebida feita com raspa de gelo e suco de fruta), comércio móvel muito comum nos balneários paraenses. Tais empreendimentos deverão ser disponibilizados pela CESSIONÁRIA em área próxima ao chafariz, atualmente conhecida como Esplanada." Assim, atualizamos as informações sobre o processos. Subscrevemo-nos,Atenciosamente. Movimento Casa das Onze Janelas

Mauro Franco
1,858 supporters
Update posted 11 months ago

Petition to Congresso Nacional, Deputado Danilo Cabral, presidente da Comissão de Educação da Câmara Federal, Candidatos e Candidatas aos Governos Estaduais, Governo e Representantes Eleitos

CARTA EM DEFESA DO MUSEU NACIONAL: PELA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E CULTURA NO BRASIL

CARTA EM DEFESA DO MUSEU NACIONAL: PELA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E CULTURA NO BRASIL Nós cidadãos e cidadãs brasileiras - estarrecidos com o incêndio que destruiu o Museu Nacional - demandamos a todos que estão concorrendo a cargos públicos nestas eleições que incluam a defesa da ciência, tecnologia e cultura no país como elemento essencial dos respectivos projetos de governo. Pedimos especialmente aos candidatos à Presidência da República e aos Governos Estaduais que não lavem as mãos em face da tragédia mundial que é a destruição do Museu Nacional e tudo que ela representa. Pedimos que se manifestem claramente sobre a tragédia e sobre o que pretendem fazer com relação a essas quatro áreas caso sejam eleitos. A construção do Museu Nacional é resultado de um esforço coletivo que se estendeu por mais de 200 anos. Em poucos minutos, tudo se perdeu. Essa tragédia não aconteceu por acaso. Ela é resultante de uma série de escolhas e negligências que foram se acumulando. Uma dessas escolhas é justamente ignorar o papel da ciência, da tecnologia, da Educação e da cultura para o desenvolvimento do país. No mundo em que vivemos hoje, esses são os pilares que permitem garantir a prosperidade de um povo. Todos estão interligados e nenhum pode ser deixado para trás. Outras instituições científicas e culturais foram também atingidas por incêndios recentes: o auditório do Memorial da América Latina, a Cinemateca Brasileira, o Museu da Língua Portuguesa, o Teatro Cultura Artística e o Instituto Butantã. O desafio que temos como sociedade hoje é criar um modelo de desenvolvimento novo para o país, que tenha como essencial a proteção dos valores que o Museu Nacional representava: ciência, tecnologia, educação e cultura. Rogamos a todos aqueles que compartilham desses valores, cidadãos, cidadãs, candidatos e candidatas, a assinarem conosco esta carta de compromisso. 

Ronaldo Lemos
125,264 supporters