Topic

agressão lgbt

2 petitions

Started 2 years ago

Petition to Netflix

Assine contra o filme homofóbico PINK na Netflix!

Pink é um filme mexicano e que foi proibido de ser exibido no México pelo motivo de ofender a comunidade LGBT. Este filme retrata, basicamente, adoção de uma criança por um casal homossexual. Este filme foi todo baseado em premissas religiosas e moralista, incitando a violência contra os homossexuais. Ele insiste em mostrar a aceitação da homoparentalidade como um erro da sociedade. O casal é colocado como sendo incapaz de criar uma criança por que naturaliza a homossexualidade como sendo inferior, promíscua e estereotipada. É chocante ver a criança hiperssexualizada, como se isso fosse devido a convivência com seus pais. Além disso, o filme é totalmente homofóbico e propaga a violência contra LGBTs. O que mais choca é no final do filme, onde as legendas deixam claras o objetivo explicito do filme em mostrar que as famílias homoparentais são ineficientes e fracassadas nas adoções. Por esses motivos, esperamos e exigimos que a Netflix cancele este filme de sua lista de filmes, pois o mesmo é uma ofensa a todas as pessoas LGBT+, famílias LGBT+ e, inclusive, contra a garantia de direitos da população LGBT+. Este filme vai contra nossa Constituição de 1988 do Art. I par. III (Art. 1º – A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado democrático de direito e tem como fundamentos: III - a dignidade da pessoa humana); e Art. III par. IV (Art. 3º – Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação). Vídeo com opinião:  https://www.youtube.com/watch?v=Qz2ujPK8GxY https://www.youtube.com/watch?v=zqi7MPLTqOw    

Gustavo de Souza Valente
4,882 supporters
Started 3 years ago

Petition to RENATA NUNES

Thiago Demarco e Willian Larrea na cadeia urgente!!! Justiça para Wesner Silva

Aos juízes de direito e demais autoridades públicas: Pedimos que V. Exas não deixem esse caso cair no esquecimento. Queremos apenas que a Justiça seja feita e que os responsáveis por ter ceifado a vida do Wesner Silva paguem pelo crime que cometeram, assumiram o risco da morte do rapaz. Queremos justiça, não iremos deixar o caso no esquecimento. Wesner Moreira da Silva, um adolescente de 17 anos trabalhava em um lava-jato na cidade de Campo Grande, MS. De vez em quando ouvia brincadeiras homofóbicas do dono e de outro funcionário. Há 11 dias atrás eles tiveram a ideia de segurar a força o menino e introduzir nele uma mangueira de compressão de ar. Isso não é brincadeira como os mesmos alegaram. A partir do momento em que você segura alguém a força e viola o corpo dessa pessoa, e faz o quê bem entender sem o consentimento da vítima, isso não é uma brincadeira. A atitude desses dois boçais, fez com que o ar explodisse parte dos órgãos de Wesner. Eles ainda tiveram a audácia de ligar para a mãe de Wesner avisando que tinha acontecido "uns negócios" com ele, pedindo pra ela levá-lo ao hospital. Além de tudo ainda negaram os socorros imediatos para a vítima. Wesner perdeu 20 centímetros do intestino grosso, teve infecção no esôfago, hemorragia interna grave e morreu aos 17 anos. Por uma triste atitude de dois caras "de bem" - reforço que isso nunca foi "uma brincadeira" como ambos assassinos estão dizendo, isso é assassinato, isso é homicídio. CLAMAMOS POR JUSTIÇA                                                                                                                                                                                                   To the judges and other public authorities: We ask that you do not let this case fall by the wayside. We ask that those responsible for having killed Wesner Silva to pay for the crime they committed when they risked taking the boy’s life. We want justice, we cannot allow this crime to be forgotten. Wesner Moreira da Silva, a 17-year-old teenager, worked in a carwash in the city of Campo Grande, MS to support his family. From the time he started working there he was taunted by homophobic jokes from the owner and the other employee. It was 11 days ago when the owner had an idea to hold the boy down by force and push an air compression hose into the boy’s anus. This was no joke, as they claimed, but a planned vicious attack resulting in his death.Air compressors have strong warnings and as the owner of the carwash he knew exactly how much damage the hose could cause.From the moment you are holding a person down by force and violating that person’s body, and doing what you please without the consent of the victim, this is not a joke, it is rape and murder. The two men caused serious injuries and exploded parts of Wesner’s internal organs when they violated him. They had the audacity to call Wesner’s mother warning that “something” had happened to him, asking her to take him to the hospital. Aside from this call they denied immediate aid or medical help to the victim. Wesner lost 20 centimetres of the large intestine, had infection in the esophagus, severe internal hemorrhage and died at age 17. His death was the result of the violent act by these two “good” men who claim it was a “joke”. WE CALL FOR JUSTICE                                                                                                                        

Renata Nunes
14,235 supporters