Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (@TJSPoficial): Mantenham a decisão judicial que proíbe os Rodeios em Guararema #retrocessonão
  • Petitioned Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

This petition was delivered to:

1ª Câmara Reservada ao Meio Ambiente - Processo nº 0001782-84.2011.8.26.0219
Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo
Dr. Renato Nalini
Desembargador Ouvidor Tribunal de Justiça de São Paulo
Dr. Wilson de Toledo Silva
Prefeito de Guararema
Marcio Luiz Alvino de Souza
Vice-prefeito de Guararema
Adriano de Toledo Leite

Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (@TJSPoficial): Mantenham a decisão judicial que proíbe os Rodeios em Guararema #retrocessonão

    1. Rosely Nogueira
    2. Petition by

      Rosely Nogueira

      Guararema, Brazil

  1.  
  2.   
February 2014

Victory

É com grande felicidade que compartilho com vocês que Guararema continua livre de rodeio! No dia 5 de dezembro o Tribunal de Justiça votou o recurso impetrado pela Prefeitura, que queria liberar a prática, e manteve a decisão de proibir rodeios na cidade. A ação movida pelo Promotor na época e a sentença da Juíza deixam claro a proibição da prática em zona urbana e rural. Talvez a gente ainda não tenha vencido a guerra, já que a Prefeitura pode apelar ao Supremo. Mas o importante é que vencemos mais essa batalha em favor dos nossos irmãozinhos! Agradeço de coração a todos vocês que fizeram a grande diferença, que se empenharam defendendo a causa em suas redes e buscando mais e mais apoio. Meu coração está em festa, assim como acredito que São Francisco e seus filhos indefesos também!

Estamos na luta para que o rodeio não retorne em nossa cidade.

Conseguimos por 3 anos impedir essa prática aqui em Guararema. Foi uma grande vitória da Promotoria de Justiça de Guararema quando por intermédio do nobre Promotor de Justiça Dr. Fábio Brambilla foi impetrada ação civil pública para coibir os rodeios na cidade e vitória de toda a Justiça quando a Juíza de Guararema julgou procedente a ação e o recurso impetrado pela Prefeitura negado pelo Tribunal de Justiça. Agora a Prefeitura quer trazer novamente essa prática insana para o Município, alegando que é uma prática desportiva e com selo verde.

Essa prática além de retrógrada, que nos leva aos tempos romanos onde os subjugados eram os humanos, traz sofrimentos físicos e emocionais aos animais. Laudos científicos comprovam que os animais são submetidos a lesões físicas e ao estresse quando colocados em cubículos antes de serem lançados na arena, amarrados aos sedéns, sob os gritos estridentes do locutor e do povo.

Retroceder nas decisões tão nobres que já foram tomadas é retroceder passos e passos na evolução do ser humano.

O nosso silêncio é a conivência, a nossa voz precisa ser ouvida, pois a dos animais, infelizmente, não temos a capacidade ainda de ouvirmos.

Eles clamam por socorro, choram, gemem de dor. Mas, infelizmente, a insensibilidade de muitos seres humanos não os deixam sentir ou ouvir esse apelo pela vida e respeito.

O recurso impetrado pela Prefeitura de Guararema já está no Tribunal de Justiça.

"Não só somos responsáveis pelo mal que fazemos, mas também pelo BEM QUE DEIXAMOS DE FAZER".

Avante pessoas do bem...a mudança para um planeta melhor está em nossas mãos.

"O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons" - Martin Luther King

To:
Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, 1ª Câmara Reservada ao Meio Ambiente - Processo nº 0001782-84.2011.8.26.0219
Dr. Renato Nalini, Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo
Dr. Wilson de Toledo Silva, Desembargador Ouvidor Tribunal de Justiça de São Paulo
Marcio Luiz Alvino de Souza, Prefeito de Guararema
Adriano de Toledo Leite, Vice-prefeito de Guararema
Que mantenham a decisão judicial que proíbe os Rodeios em Guararema.

Sincerely,
[Your name]

Recent signatures

    News

    1. "LIBERDADE, LIBERDADE, ABRA AS ASAS SOBRE NÓS...

      Rosely Nogueira
      Petition Organizer

      "LIBERDADE, LIBERDADE, ABRA AS ASAS SOBRE NÓS."
      O Egrégio Tribunal de Justiça votou nesse dia 05 de dezembro o recurso impetrado pela Prefeitura para trazer novamente a prática do rodeio na cidade de Guararema. A decisão de não ter rodeio na cidade foi mantida. Esperamos que seja o final dessa história.
      A Ação movida pelo nobre Promotor Justiça, à época, e a Sentença da nobre Juíza deixam claro a proibição da prática em zona urbana e rural sim... enfim, o importante foi que com toda a ajuda da change.org e dos amigos vencemos mais essa batalha a favor dos nossos irmãozinhos, contudo, acredito que ainda não a guerra. Tem muto o que se fazer em prol dos bichinhos ainda. Mas agradeço de coração a todos vocês,que fizeram a grande diferença, e que se empenharam buscando mais e mais apoio, se disponibilizando e argumentando sobre a matéria nas redes sociais. Agora dá tempo para respirarmos um pouco e passarmos o Natal e Ano Novo acreditando que cada vez mais que a providência divina está

    2. Reached 25,000 signatures

    Supporters

    Reasons for signing

    • Clarice Nascimento SãO PAULO, BRAZIL
      • 4 months ago

      Sou contra a crueldade...

      REPORT THIS COMMENT:
    • evanir melo silva BEBEDOURO, BRAZIL
      • 5 months ago

      porque nunca gostei de rodeios e essa prática não deve existir a lugar nenhum pois maltratar animais é crime, jamais passei perto de um rodeio sequer.

      REPORT THIS COMMENT:
    • Angela N C Sousa RIO DE JANEIRO, BRAZIL
      • 5 months ago

      Parabéns Rosely e a todos que se envolveram nesta causa !

      REPORT THIS COMMENT:
    • Otton Tiburtino GUARULHOS, BRAZIL
      • 5 months ago

      Porque não condiz nem com o meu caráter e nem com a minha visão de um mundo onde massacres ... não pode, existir ... !!!

      REPORT THIS COMMENT:
    • carlos voigt TAURANGA, NEW ZEALAND
      • 5 months ago

      que tipo de ser humano gosta do sofrimento dos animais

      REPORT THIS COMMENT:

    Develop your own tools to win.

    Use the Change.org API to develop your own organizing tools. Find out how to get started.