Aberturas das unidades de internação do Hospital Universitário de Florianópolis HU_UFSC

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


NOTA DE REPÚDIO AO SUCATEAMENTO DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO - HU:


Nós, trabalhadoras e trabalhadores do Hospital Universitário, repudiamos o descaso com que as autoridades vêm tratando o nosso HU.

Há dois anos, depois de manobras antidemocráticas que desrespeitaram um plebiscito da comunidade universitária, em uma reunião do Conselho Universitário que foi realizada dentro de um quartel da PM, a administração da UFSC de então aprovou a adesão do Hospital Universitário da UFSC à Empresa Brasileira de Services Hospitalares - EBSERH.

O discurso da época, tanto dos defensores internos quanto dos meios de comunicação, era de que a adesão à empresa Ebserh seria condição necessária para fazer o HU voltar a funcionar em todo seu potencial. Diziam que, administrado pela UFSC, na lógica do serviço público, não haveria como contratar pessoal e adquirir materiais e medicamentos em tempo de salvar o HU do seu próprio colapso.

Entregar para a Ebserh seria a saída necessária, "inteligente", "eficiente" para "desburocratizar", tornar mais barato e levar o HU a cumprir melhor seus objetivos. Desde âncoras e colunistas dos principais meios de comunicação de Santa Catarina, até muitos gestores do próprio HU, todos repetiam o mesmo discurso: "o serviço público não funciona!" "É preciso entregar o HU para a Ebserh!".

Mas, infelizmente, nada disso se tornou realidade, como já afirmávamos na época! Estamos hoje em situação pior do que estávamos antes da Ebserh. Hoje temos mais leitos fechados do que há dois anos! Temos ainda menos servidores do que naquela época, e isso que diziam que com a Ebserh seria fácil e rápido repor os tais "recursos humanos".

Nós que assinamos essa nota de repúdio, exigimos das autoridades da UFSC, do Ministério da Educação, do Ministério Público Federal, que assumam o compromisso de salvar o HU! Exigimos que tomem as providências necessárias para a abertura dos leitos fechados!

Não podemos assistir calados que milhares de pessoas que usam nosso hospital fiquem sem atendimento. Nossa luta é por um HU público e de qualidade. Que o resultado do nosso trabalho não seja transformado em mercadoria, pois a vida e a dignidade humana devem estar acima dos valores desumanos do mercado.



Hoje: Marcos antonio está contando com você!

Marcos antonio Silveira precisa do seu apoio na petição «www.defensoria.sc.gov.br: Aberturas das unidades de internação do Hospital Universitário de Florianópolis HU_UFSC». Junte-se agora a Marcos antonio e mais 57 apoiadores.