Redução da tarifa, retorno dos ônibus municipais dentre outras pautas de melhorias

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


A tarifa do transporte urbano da cidade de Ibirité é considerada uma das mais caras da região metropolitana de Belo Horizonte, e recentemente houve um novo aumento seguido de exclusão das linhas municipais que operavam dentro do terminal da cidade, para operar nas redondezas do mesmo, fazendo assim surgir a dupla tarifa caso o passageiro tenha necessidade de utilizar alguma linha dentro do terminal. Nesse sentido, diante do risco de desemprego uma vez que o empregador pode recusar-se a pagar o aumento do transporte, e em coletividade analisando o custo e beneficio dos serviços prestados pela "SIDON", aos moradores e usuários do transporte da cidade propomos melhorias como:

  • O retorno das linhas municipais para operar dentro do terminal,
  • Redução da tarifa,
  • Integração com outras estações/terminais da região metropolitana, dentre outras pautas citadas na CARTA abaixo.

Viemos por meio desta informar que, grupos e coletivos do município de Ibirité se organizaram em prol do transporte público de qualidade, que atenda as demandas efetivas da cidade. A cobrança de tarifas abusivas tem sido considerada “natural”, ocorrendo o aumento normalmente no início do ano, sem qualquer transparência quanto ao cálculo de reajuste. Os lucros dos empresários não podem ultrapassar o direito das pessoas. O acesso ao trabalho depende da mobilidade urbana, assim como acesso a outros serviços básicos como; a educação, saúde, cultura, etc.

Sabemos que desde do dia 29 de dezembro de 2018, as linhas municipais não estão realizando as atividades dentro do terminal metropolitano de Ibirité. O prefeito William Parreira afirmou em redes sociais, que o motivo de tal alteração se deve ao fato da não autorização do aumento da tarifa das referidas linhas de ônibus. E, portanto, a empresa que trabalha via consorcio (Viação Sidon) não permitiu a entrada destes ônibus no terminal.

Solicitamos explicações concretas e documentadas esclarecendo a população sobre o que de fato está ocorrendo com o transporte público do município e exigimos retorno imediato das linhas municipais para dentro do terminal.A interrupção das atividades das linhas municipais tem gerado grandes transtorno a população, sendo eles:

·         Duplo pagamento tarifário

·         Especulamos a possibilidade de aumento de desemprego devido ao pagamento de mais uma passagem.

·         Aumento da dificuldade de pessoas que fazem tratamento de saúde.

·         Poderá haver evasão de estudantes que utilizam o transporte público para chegar nas escolas, faculdades, cursos, etc.

Pagar duas vezes para chegar ao local que antes pagava-se a metade é no mínimo cruel e desumano. Entendemos que o transporte público deve atender as necessidades das pessoas e que quando esse direito é interrompido, ou seja, a pessoa deixa de ter dinheiro para pagar passagem, uma outra lógica é estabelecida, o lucro.

            Além de salientarmos o fim da dupla tarifa e retorno das linhas municipais para o terminal, outras pautas importantes para assegurar o funcionamento de um transporte público e de qualidade devem ser citadas:

·         Revogação da tarifa; solicitamos que o prefeito cumpra o que foi proposto em seu plano de governo, e que tenhamos um transporte público justo e de qualidade.

·         Transparência no processo de reajuste da tarifa;por exemplo, a abertura da “caixa preta.”

·         Melhoria da infraestrutura dos coletivos; os ônibus não possuem comodidade para os passageiros, em tempos chuvosos, a água invade alguns coletivos, denunciando a falta de manutenção. Outras demandas também são recomendas pelos usuários como: Ar condicionado, manutenção nas janelas, cadeiras estofadas e dentre outros.

·         Aumento do número de ônibus;em horários de pico, os coletivos estão superlotados com pessoas em pé, colocando em risco a vida dos passageiros, além de evidenciar uma situação de desconforto.

·         Dificuldade de embarcar em ônibus noturno na cidade; muitos coletivos têm seu itinerário alterado e com horários espaçados, dificultando a mobilidade das pessoas.

·         Fim da dupla função;os motoristas exercem também a função de cobrador, gerando grande transtorno aos usuários e sobre carga de trabalho ao motorista. Além de tornar as viagens mais demoradas, pode aumentar o risco de acidentes no trânsito

·         Implementação de linhas de ônibus circular gratuito,em todos os bairros do município.

·         Ônibus com valor inferior no trajeto Ibirité /barreiro/contagem.

·         Integração com o terminal de Sarzedo, Betim e com as estações Diamante, Barreiro e com o terminal Bernardo Monteiro.

Aproveitando a ocasião, gostaríamos de compreender como empresas diferentes trabalham dentro do mesmo município e qual o motivo de haver desproporção tarifária. Destacamos que a tarifa cobrada em outros bairros do município também é abusiva e deve ser revogada.

Em suma, ressaltamos a importância da exposição de planilhas e outros documentos que revelem como foi realizado o reajuste da tarifa. Assim como processos licitatórios e de consórcioparaempresasprestadorasdeserviçosreferenteaotransportepúblico no município.Destacamos também a necessidade de um debate popular em que a participação do povo seja primordial nas tomadas de decisões, pois, é a população pobre a maior pagadora de impostos e é ela deve ser priorizada, então, jamais deverá ceder aos interesses e chantagens de empresários.

Estamos na luta pelo direito de se deslocar sem catracas e por um transporte público de verdade que seja tratado com direito e não como mercadoria. 

Frente Contra Tarifa Ibirité



Hoje: Monique Fernanda está contando com você!

Monique Fernanda Silva precisa do seu apoio na petição «Viação Sidon Transporte Coletivo: Redução da tarifa, retorno dos ônibus municipais dentre outras pautas de melhorias». Junte-se agora a Monique Fernanda e mais 488 apoiadores.