Tornem o Diretório Acadêmico acessível

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!


Meu nome é Gabriela Rocha, sou estudante de arquitetura na Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo em Higienópolis e sou cadeirante. Em 2021 estarei iniciando meu terceiro ano e ainda não posso entrar no Centro Acadêmico do meu curso, onde encontramos produtos a venda, materiais e instruções para trabalhos, além de todos os eventos sociais que acontecem lá. Por ser completamente inacessível, no início do meu primeiro ano na faculdade, em 2019, fiz o pedido formal para que adaptassem o local e até agora não recebi respostas concretas. Essa mudança não será positiva só para mim como também para outras pessoas que possam precisar no futuro, considerando que sou a primeira aluna cadeirante do curso de arquitetura do Mackenzie, de acordo com a coordenação da Universidade e que qualquer um pode precisar de acessibilidade em algum momento. Então, gostaria de poder participar de todas atividades no tempo que ainda tenho lá, assim como meus colegas, e deixar o campus mais acessível para todos que o utilizarão no futuro.