Pela redução das mensalidades da Universidade Lusófona de São Paulo

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Diante da atual situação do nosso país, muitos alunos estão passando por dificuldades, muitos tiveram seus salários reduzidos, cortados e outros ficaram desempregados, e como consequência desses acontecimentos, muito estão enfrentando dificuldades para realizar o pagamento das mensalidades.

Os representantes de sala de vários cursos entraram em contato com a universidade a fim de obter algum desconto na mensalidade e através da coordenação, somos instruídos apenas a conversar diretamente com os responsáveis pelo financeiro, que nos responde com e-mails automáticos e são contrários à redução da mensalidade.

Defronte à situação exposta, é importante que nós, alunos, nos posicionemos, pois mesmo após diversas tentativas e pedidos de desconto, não tivemos sucesso. Os e-mails são respondidos com textos automáticos, os pedidos enviados ao NAE demoram semanas para serem respondidos e a Faculdade Lusófona exclui todos os nossos comentários e criticas das suas páginas.


Aqui também cabe ressaltar, que durante este período de isolamento social/quarentena, a universidade teve uma redução brusca de gastos com energia elétrica, água, manutenção diária, internet e entre outros. A plataforma da Biblioteca SaraivaJur não terá sua assinatura renovada, as aulas que são ministradas através do aplicativo ZOOM, utilizam-se da área gratuita disponibilizada pela plataforma e tem duração reduzida em comparação às aulas presenciais.

Se você se sente prejudicado com essa resistência da faculdade em reduzir o valor da mensalidade, se você acredita que não há motivos reais para que nos seja cobrado o valor integral da mensalidade, tendo em vista que a plataforma Sagah/AVA/Blackboard já estava sendo utilizada desde o segundo semestre de 2019, e não houve investimento em outra plataforma ou aumento de gastos, então você está sendo convidado (na verdade, CONVOCADO) a participar dessa campanha! Assim mostraremos que a redução é de interesse de todos, e que unidos somos muito mais fortes!

#REDUZLUSÓFONA

Nos ajude também, seguindo o movimento no Instagram @reduzlusofona