Estudantes de Taubaté em LUTA contra a Medicina Guaratinguetá

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 15.000!


Nós, do Diretorio Academico Benedicto Montenegro da Faculdade de Medicina de Taubaté estamos em luta. Luta por melhorias em todos os aspectos do nosso curso. Carecemos de inúmeros recursos, desde a necessidade de atualização da bibliografia em nossas bibliotecas, passando pelo aprimoramento dos centros de estudo no Hospital Universitário de Taubaté (H.U.T), até pela falta de projetores de slides e bonecos de simulação de alta fidedignidade. Além disso, carecemos de mais professores para que a superlotação do H.UT se resolva. Hoje, ingressam anualmente 120 alunos na faculdade. Segundo o Ministério da Educação, para o ensino da medicina, necessitamos de 5 leitos por ingressante. Assim por uma conta básica, necessitaríamos de 600 leitos. Temos, porém, 411 leitos. Apenas. Isso significa que um paciente é examinado mais de 15 vezes, uma seguida da outra. Essa situação é extremamente desconfortável e inaceitável.
Além disso, a nossa Universidade possui uma dívida gigantesca com o IPMT (Instituto de Previdência do Munícipio de Taubaté), que cresce anualmente na casa de milhões e milhões.
Em meio a tantas necessidades de investimentos aqui na cidade e no campus de Taubaté, a nossa Reitoria decide planejar a abertura de novos cursos em outras cidades, especialmente em Guaratinguetá. O dinheiro para investir nas nossas melhorias e para quitar a dívida será destinado a outro local e isso, nós não podemos permitir.
Por isso pedimos para quem puder apoiar o nossa causa, por favor, se manifestar e deixar sua assinatura.