UNESC Resiste!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Nos efeitos das demissões em massa ocorridas na UNESC na última semana, na sequência de casos semelhantes em universidades de vários estados, demonstramos, assim como estudantes de todo o Brasil, nossa oposição a essa decisão efetuada de modo súbito e autoritário, sem diálogo dentro de uma universidade comunitária, isso por uma gestão eleita de modo democrático e a partir da promessa de diálogo em comunidade.

Entendemos bem um tempo de crise, pois não o enfrentamos pela primeira vez. Mas, para uma universidade comunitária, a solução não pode ser abrir mão de professores e funcionários dedicados e indiscutivelmente qualificados, essenciais para nossa formação e para a instituição. A solução não pode ser abrir mão ou pôr em xeque os projetos, pesquisas e processos pedagógicos em percurso graças a esses profissionais essenciais para toda a sociedade. Isso significa abrir mão da qualidade de ensino aqui prometida.

Como uma universidade comunitária realiza uma das maiores demissões universitárias em massa no país e fica calada diante de sua comunidade por tanto tempo? Qual o motivo dessas demissões? Como a mídia não dá uma palavra sobre o assunto? Impasses na receita não deveriam ser tratados com essa magnitude, principalmente sem esclarecimento acerca de sua responsabilidade. Queremos respostas claras a todas essas questões.

É assim que nos sentimos responsáveis, agora, por exigir uma atitude comunitária e democrática da gestão, com respostas que esclareçam detalhadamente a situação e com abertura ao diálogo deliberativo – pois resistimos firmemente à demissão de nossos professores e funcionários e à precarização de nossa formação!

Enfim, nos unimos para manifestar nossa indignação a todo o cenário caótico que se deixou construir e nossa resistência às decisões arbitrárias adotadas como tentativa de solução.



Hoje: Acadêmicos está contando com você!

Acadêmicos da UNESC precisa do seu apoio na petição «UNESC: Por uma UNESC democrática e de qualidade!». Junte-se agora a Acadêmicos e mais 737 apoiadores.