O povo precisa do Dr Wilson Batista. A Fundação Cristiano Varella não é palanque político.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 7.500!


ATENTADO À SAÚDE
Centenas de pacientes com câncer tiveram suas cirurgias canceladas na Fundação Cristiano Varella. Motivo: Dr. Wilson Batista foi afastado do SUS pela diretoria do hospital.
O que vale mais: a vida ou a vaidade?
Desde o primeiro tijolo, ele estava lá.
No primeiro atendimento, ele estava lá.
Na organização do serviço oncológico, ele estava lá.
Quando o hospital pediu dinheiro de emenda parlamentar, ele estava lá.
Agora, que centenas de pacientes esperam por ele, alguns não deixaram ele estar lá!
Estar lá por 16 anos foi a rotina do Dr. Wilson Batista ao lado de milhares de pacientes na Fundação Cristiano Varella.
Conheço histórias de amizade profunda em momentos terminais e felicidade absoluta pela restituição da alegria de viver para tantos e tantos homens e mulheres que chegaram a desacreditar da vida. Esta semana uma ordem administrativa pôs fim a esta história.
Estranho que após uma eleição de sucesso do médico, caminhando junto do povo, um diretor administrativo - que não teve o mesmo sucesso nas eleições - anuncie a sua saída dos atendimentos do SUS sob alegação de cumprir ordens superiores.
A preocupação não é com o médico. Seu currículo é melhor do que todos os que tomaram essa decisão juntos. E não faltam convites de hospitais nesses poucos dias.
A preocupação é com os PACIENTES. Pessoas com o psicológico abalado pelo diagnóstico de câncer e que depositavam na cirurgia a esperança de continuar a viver.
Mas quanto vale a vaidade?
Pra muita gente ela não vale nada, e o Dr. Wilson sempre provou isso.
Mas para a diretoria da Fundação Cristiano Varella e do patriarca coronel, vale a vida de centenas de pessoas.
Desculpem pela clareza e pelo desabafo.
Texto: Reginaldo Roriz