BASTA DE VIOLÊNCIA POLÍTICA CONTRA AS MULHERES! POR TODAS NÓS

BASTA DE VIOLÊNCIA POLÍTICA CONTRA AS MULHERES! POR TODAS NÓS

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!
Com 2.500 assinaturas, é mais provável que esta petição apareça na mídia!

Comunicação Maria do Rosário criou este abaixo-assinado para pressionar TSE

Estamos mobilizadas para dar fim à violência política contra as mulheres há bastante tempo. Em 2016 a primeira mulher presidenta da república do Brasil foi alvo da mais abjeta campanha difamatória, de caráter machista e misógino, que culminou com o seu afastamento através de um golpe político.

O assassinato de Marielle Franco foi o exemplo da gravidade a que esta violência pode chegar, e os mandantes até hoje não são conhecidos.

Nesta campanha eleitoral, em que muitas mulheres disputam cargos para vereadoras, prefeitas e vice-prefeitas, outra onda gigante de ódio as atinge. Através de fake news, de campanha difamatórias, de falsas acusações, até mesmo de ameaças à vida das candidatas e de suas famílias.

Usa-se da desqualificação política, profissional, pessoal no intento de que recuem, desistam da política, naturalizando não só a ideia de que política não é lugar para mulheres, e naturalizando também o uso da violência como método de fazer política.

Este é o segundo manifesto Por Todas Nós. 

O primeiro foi para dar evidência à situação vivida por Manuela D’Ávila em Porto Alegre, de Benedita da Silvano Rio de Janeiro, de Luizianne Lins em Fortaleza. 

Logo após o primeiro turno, vereadoras eleitas foram alvo de agressões machistas e racistas, voltadas a desqualifica-las para os cargos a que foram levadas pelo voto.

Uma vez mais é preciso alertar o Brasil que esta violência política continua sendo perpetrada contra as candidatas no segundo turno das eleições. E que ainda esperamos por medidas das autoridades nacionais e locais para conter os ataques contra Marília Arraes, no Recife, Maria do Carmo, em Santarém, Margarida Salomão, em Juiz de Fora, Marília Campos, em Contagem, Celia Tavares de Cariacica, todas do Partido dos Trabalhadores, além de candidatas de outros partidos que passam por situações semelhantes. Todas merecem a solidariedade.

O ódio que é fomentado no Brasil pelos fascistas, dentro e fora do governo, alimenta-se da violência de gênero, e como tal, afronta os direitos humanos das mulheres. Atacar e ofender mulheres candidatas viola o mais básico princípio de liberdade de expressão e não discriminação, contrariando a Constituição Federal e o tratado internacional Convenção Sobre Eliminação de Todas as Formas de Discriminação à Mulher. 

Não vão calar nenhuma de nós.

Exigimos que seja garantido a elas e a todas as mulheres o respeito e equidade em debates, entrevistas, redes e ruas.
Defendemos o fim da violência política contra as mulheres para que prevaleça a ética na política. Por isso deflagramos uma campanha. Por Todas Nós.
Exigimos Eleições limpas, sem agressões e fake news!
Exigimos que seja garantido a todas as mulheres o respeito e equidade em debates, entrevistas, redes sociais e nas ruas.
Exigimos que as autoridades eleitorais respondam às agressões e garantam as eleições. Por isso esta campanha. Uma campanha Por Todas Nós.
Como mulheres que assinamos esse Manifesto, não permitiremos que nenhuma mulher seja desrespeitada pela violência política, pois cada uma representa o direito de Todas Nós. Nossa luta é agora e seguirá até que cesse toda a violência e haja justiça.

Maria do Rosário Nunes – Deputada Federal - PT/RS

Gleise Hoffmann - Deputada Federal PT/PR

Professora Rosa Neide - Deputada Federal - PT/MT

Érika Kokay - Deputada Federal PT/DF

Rejane Dias - Deputada Federal PT/PI

Margarida Salomão - Deputada Federal PT/MG

Benedita da Silva - Deputada Federal PT/RJ

Natália Bonavides - Deputada Federal PT/RN

Anne Karolyne – Secretária Nacional de Mulheres do PT

Maria das Graças Costa Silva - Secretária Estadual de Mulheres do PT/AC

Cristiane Santanna - Secretária Estadual de Mulheres do PT/MS

Fátima Bandeira - Secretária Estadual de Mulheres do PT/CE

Elizângela Pinto - Secretária Estadual de Mulheres do PT/PA

Zenaide Lustosa - Secretária Estadual de Mulheres do PT/PI

Zezé Béchade - Secretária Estadual de Mulheres do PT/PB

Anaterra - Secretária Estadual de Mulheres do PT/PR

Miracelma Souza - Secretária Estadual de Mulheres do PT/AM

Fabiana Santos - Secretária Estadual de Mulheres do PT/RJ

Débora Pereira - Secretária Estadual de Mulheres do PT/SP

Larissa de Carvalho Santos - Secretária Estadual de Mulheres l do PT/SE

Andréa Cangussú - Secretária Estadual de Mulheres do PT/MG

Suelen Aires - Secretária Estadual de Mulheres do PT/RS

Suely Oliveira - Secretária Estadual de Mulheres do PT/PE

Ednalva Alves -   Secretária Estadual de Mulheres do PT/MA

Brena Oliveira - Secretária Estadual de Mulheres do PT/BA

Andreza Xavier - Secretária Estadual de Mulheres do PT/DF

Beane Ferreira - Secretária Estadual de Mulheres do PT/AP

Antônia Pedrosa - Secretária Estadual de Mulheres do PT/RR

Maria Andrade - Secretária Estadual de Mulheres do PT/RO

Lucimar Conceição - Secretária Estadual de Mulheres do PT/GO

Joyce Ramos- Consulta Popular - CP

Rita Ferreira - Bancária , feminista  integrante do Comitê de Mulheres Bancárias  Ana Dantas

 Irineuda Monte Lopes - Coletivo LGBT Sem Terra

Carla Andreia Lobo Castro- Coletivo de Educação do MST

Maria de Jesus Santos Gomes-  Setor de Educação do MST

Antônia Aline  Costa de Oliveira - Setor de Comunicação do MST

Síntia Gonçalves da Silva- Setor de Gênero do MST

Wanessa Canutto, femininista e militante da Casa de Cultura e Defesa da Mulher Chiquinha Gonzaga

Fernanda Nascimento, feminista e militante da Casa de Cultura e Defesa da Mulher Chiquinha Gonzaga

Cineide Almeida, feminista e militante da Cada de Cultura e Defesa da Mulher Chiquinha e Movimento Caminhando Em Luta - MCL

Liduina Marques Costa- Sindibeleza

Maria de Lourdes  Paz Felix, Coordenadora Geral do SINTECT CE

Carmem Sílvia Santiago, Secretária de Saúde do Trabalhador da CUT-CE e Vice-presidenta da FETAMCE

 Eunice Guedes. FMAP/Comissão de Gênero CRP10 - Pará

Nazaré Antero - Coletivo Feminista Mulhetes do Ceará  com Dilma

Samira de Castro Cunha - jornalista, dirigente sindical

Maria Osmarina Modesto de Sousa - Militante Sindical, base do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado do Ceará- Mova-se e direção da CUT-CE

Carliana Isabel - Levante Popular da Juventude

Mércia Vieira Fernandes -  Movimento Atingido Por Barragens (MAB)

Geyse Anne da Silva, estudante da UNILAB, executiva estadual do PT Ceará, militante do movimento negro e popular

Martír Silva, advogada, professora - Fortaleza/CE

Mulheres Contra o Fascismo - Pará

Centro de Defesa do Negro do Pará - CEDENPA

 Movimento de Mulheres do Nordeste Paraense  - MMNEPA

Movimento de Mulheres do Campo e da Cidade - MMCC

Movimento e Articulação de Mulheres do Estado do Pará- MAMEP

Grupo de Mulheres Brasileiras  - GMB - Belém, Pará.

Fórum de Mulheres da Amaônia Paraense - FMAP

União Brasileira de Mulheres - UBM / Pará.

Associação de Gestoras/es Ambientais Florestal do Pará - AGAEPA

Rede de Empreendedoras/es Negras/os do Estado do Pará

Grupo de Mulheres Negras Maria Felipa Aranha - MOCAMBO

Movimento Afrodescendente do Pará - MOCAMBO

Casa de Cultura e Defesa da Mulher Chiquinha Gonzaga 

Movimento Caminhando em Luta - MCL

Comitê Goiano de Direitos Humanos Dom Tomás Balduino

Caliandra - Coletivo de Mulheres do Cerrado

AMB - Articulação de Mulheres Brasileiras

Bloco Não é Não  - Goiás

Sindicato dos Jornalistas de Goiás

CPM/UBMGO 

Astral Goiás 

União Brasileira de Mulheres

UEE/GO

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 2.500!
Com 2.500 assinaturas, é mais provável que esta petição apareça na mídia!