TJMT julgue os recursos de políticos condenados por crimes contra a Administração Pública

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


Em 31/10/2018 a mídia local (http://www.folhamax.com/politica/riva-e-condenado-pela-14-vez/184996) publicou a condenação, em primeira instância, do ex Deputado Estadual José Geraldo Riva a 17 anos e 9 meses de prisão por crimes contra a Administração Pública, com direito a recorrer em liberdade. Ocorre que, segundo a matéria, os fatos ocorreram entre 1999 e 2002, de modo que a partir de 2019, que inicia daqui há dois meses, passarão a prescrever se o Tribunal não julgar a futura apelação. Em 01/11/2018 a mídia (http://midianews.com.br/judiciario/condenacao-de-fabris-e-extinta-composicao-da-al-deve-mudar/337067) publicou que a pena aplicada pelo TJMT ao Deputado Gilmar Fabris, também por crimes contra a Administração, está prescrita. É necessário que o TJMT dê prioridade ao julgamento de recursos contra condenações por crimes contra a Administração Pública a fim de evitar a prescrição.



Hoje: Cidadão está contando com você!

Cidadão Fiscal precisa do seu apoio na petição «Tribunal de Justiça de Mato Grosso: TJMT julgue os recursos de políticos condenados por crimes contra a Administração Pública». Junte-se agora a Cidadão e mais 168 apoiadores.