SUBSTITUIÇÃO DE ELETRÕNICAS PELA IMPLANTAÇÃO DO VOTO IMPRESSO

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Em Junho de 2018, por 8 votos a 2, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu suspender a adoção do voto impresso nas eleições.

Votaram a favor da suspensão do voto impresso os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Marco Aurélio, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Cármen Lúcia.

Os ministros Gilmar Mendes e DiasToffoli foram os únicos favoráveis à manutenção da medida. Eles entenderam que a lei da minirreforma eleitoral não poderia ser considerada inconstitucional, pois a escolha do modelo de votação estaria dentro das atribuições do Congresso Nacional.

Luiz Fux declarou-se suspeito e não votou....

As urnas eletrônicas são um sistema falho. Elas não podem ser auditadas e não têm credibilidade. Exigimos a implantação do voto impresso para garantir a autenticidade dos votos e uma contagem confiável.

Em outros países que adotam urna eletrônica, sempre há algum tipo de "recibo" do voto, para dar confiança ao eleitor de que seu voto foi corretamente registrado. É isso que pedimos: que haja o voto impresso!

O voto impresso é uma maneira simples de acabar com essa insegurança no nosso sistema eleitoral. Queremos que isso aconteça já nas eleições de 2018.



Hoje: Luis está contando com você!

Luis Dias precisa do seu apoio na petição «supremo : SUBSTITUIÇÃO DE ELETRÕNICAS PELA IMPLANTAÇÃO DO VOTO IMPRESSO». Junte-se agora a Luis e mais 323 apoiadores.