STOP ao apedrejamento em Brunei

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Atualmente, no reino de Brunei é legal o apedrejamento como castigo por adultério e relações homossexuais, contudo nesta petição só me irei focar no adultério.

De facto, uma carta aos membros do Parlamento Europeu (PE) foi enviada por parte do governante deste reino, na qual defende a sua decisão de começar a punir casos de adultério e de sexo entre gays com apedrejamento ATÉ À MORTE. Estas novas medidas fazem parte de um código penal que se baseia numa interpretação ultraconservadora da sharia, a lei islâmica. Em parte desta carta lê-se : “As sentenças penais para o apedrejamento até a morte e amputação, impostas por crimes de roubo, adultério e sodomia têm um limiar de evidência extremamente alto, exigindo não menos do que dois ou quatro homens com altos valores morais e piedosos para a exclusão de todas as forma de evidências circunstanciais”. 

Ademais, o texto ainda refere que a sharia pretende a prevenção e não a punição "uma vez que o seu objetivo é educar, deter, reabilitar e nutrir" .

Por tudo isto, é necessário rapidamente que esta lei seja revogada imediatamente, as consequências disto serão irremediáveis, visto que uma vida humana perdida é irremediável. É essencial uma luta constante contra todos estes países que banalizam vidas humanas, que ostracizam e castigam PESSOAS, que são julgadas mortalmente por errarem, algo comum em todos nós, não existe ninguém no mundo que não tenha pecado uma única vez. LUTAMOS POR VIDAS HUMANAS, PELA LIBERDADE, PELA POSSIBILIDADE DE ARREPENDIMENTO, PELA COMPAIXÃO, PELO AMOR, PELA HUMANIDADE, PELO MUNDO !