Exigimos a Paula do BBB19 expulsa do programa por racismo

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


A participante Paula, do Big Brother Brasil 19, vem expondo em rede nacional falas racistas e homofóbicas. O programa, entretanto, não tomou quaisquer medidas a respeito, apesar de racismo ser crime no Brasil desde 1988. Exigimos, portanto, sua expulsão do programa e a ação da justiça, haja vista o grande número de vídeos que provam e não deixam dúvidas quanto aos crimes cometidos por Paula.

A seguir, alguns dos comentários realizados pela participante. Todos estão registrados em vídeos e são apenas alguns dos inúmeros atos de racismo e homofobia de Paula durante o programa. 

- Conta de um caso de um homem que esfaqueou uma mulher e diz “e aí eu pensei que ia chegar o maior faveladão lá, né, quando eu vi o cara era branquinho, morou não sei quanto tempo na Austrália ou no Canadá, não sei… eu falei ‘não é possível que você fez isso’”;

- Paula falando que gosta de debochar e rir do problema alheio, e brinca que a expulsarão e dirão a ela “daqui a pouco a Globo vai ser processada de tanto bullying que você está fazendo no programa”, depois justifica “mas não é por maldade, é porque é legal, eu acho graça (...) às vezes nem tem graça, só eu que acho”;

- Continuou a usar o termo “piada negra” e “humor negro”, mesmo depois de participantes negros do programa explicarem a ela mais de uma vez a conotação racista dos termos. Em um momento diz “não tem porque as pessoas terem raiva da gente, [dos] meus humor negro (sic)... desculpa, Brasil, mas não é possível, né, foi sem querer… eu sou assim desde pequena, mas é legal, eu falo só as verdades”. Diversas vezes se refere também ao cabelo crespo como “cabelo ruim”, mesmo depois das diversas explicações e falas que expuseram a chateação dos participantes em ouvir esses termos; 

- A mesma diz ter “muito medo do Rodrigo” pois “ele mexe muito com esses trecos de… ele falou lá hoje o nome de todos que ele sabe, cada Oxum deles lá ele conhece, sabe. Eu tenho medo…” e depois reitera “nosso Deus é maior”. Em outro momento, insinua que Rodrigo, por pertencer a determinada religião, faria “trecos de Oxum, Oxalá” para eliminar ela ou Hariany e defender seus amigos no paredão. “Eles são pesadão (...) por isso eu falei que tinha medo de votar no Rodrigo” e explica que o participante tem amigos do centro - que ela viu nos vídeos do Anjo vestidos de branco - e eles são muito fortes e podem fazer coisas contra ela.

- Além disso, a participante não poupa comentários homofóbicos “tem uns gays que ficam querendo provocar o público, tipo assim, ‘ai, esse povo aqui a gente tem que ser normal igual eles’ e começa a se beijar, se jogar assim e tal, eu já vi isso, eu acho muito exagero, muito estranho. Coisa que nem gente que é nor… homem e mulher faz”.

- E ainda questiona “e até minhas merdas que eu falo, se o povo me deixou ficar aqui eles não tão achando tão ruim não”.

Não estamos achando ruim um crime sendo cometido em rede nacional diariamente, sem qualquer intervenção da justiça?! Assinem para que possamos mostrar que sim, estamos achando péssimo e não concordamos com suas falas. Exigimos respeito à diversidade.



Hoje: Giovanna está contando com você!

Giovanna M precisa do seu apoio na petição «stf: Exigimos a Paula do BBB19 expulsa do programa por racismo». Junte-se agora a Giovanna e mais 813 apoiadores.