STF: aprovem a criminalização da LGBTfobia, justiça para o Jefferson

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 75.000!


O rapaz da foto se chama Jefferson Anderson Feijó da Cruz (Jeff), 22 anos. No dia 08/12/2018, Jeff estava com os amigos em uma praça de Moreno (PE), onde, indo ao banheiro, foi assaltado e brutalmente agredido. O maior motivo? Homofobia! Assine para condenarmos o agressor e evitarmos novas vítimas!

Jeff foi encontrado embaixo de uma laje, desacordado, sem roupa, sufocando em seu próprio sangue. Seus amigos o encontraram e levaram ao hospital, onde foi diagnosticado com estado grave e passou quase um mês em COMA. Ao acordar, Jeff já não era mais o mesmo, não conseguia falar ou se levantar. Recebeu alta após 5 meses, porém, ainda precisa de cuidados especiais.

A família e os amigos organizaram uma vaquinha online para salvá-lo, e com amor e união, reuniram mais de R$ 100 mil para cuidar de sua saúde. Marcos Cícero, pai de Jefferson, disse: “Ele vai voltar a ser aquele menino extrovertido, sorridente, bom amigo. Se deixar, eu passo a dia inteiro falando das qualidades do meu filho”.

O suposto agressor está livre, porém, testemunhas afirmam terem visto a agressão e dizem que o juiz ainda não liberou o mandado de prisão. Enquanto isso, o presidente do STF, Dias Toffoli, decidiu adiar parte da votação sobre a criminalização da LGBTfobia, que só vai ocorrer no dia 13 de junho.

O dia 28 de junho é o Dia Mundial do Orgulho LGBT. Precisamos lutar para garantir a aprovação na votação no STF, para que o agressor de Jeff e tantos outros sejam punidos. Assine e nos ajude a salvar vidas! #LuteComoEle