SOLICITAÇÃO DE REVISÃO DOS VALORES REFERENTES ÀS MENSALIDADES.

SOLICITAÇÃO DE REVISÃO DOS VALORES REFERENTES ÀS MENSALIDADES.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!
Com 500 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
Aluno Da faculdade criou este abaixo-assinado para pressionar Sociedade UniNordeste de Educação Universitária de Fortaleza S/S Ltda e

Nós alunos da instituição Sociedade UniNordeste de Educação Universitária de Fortaleza S/S Ltda - Faculdade Evolução, viemos por meio deste documento pedir formalmente a redução do valor da mensalidade da faculdade,tendo em vista todos os transtornos trazidos pela pandemia mundial do Corona Virus (COVID-19), que não trazem apenas consequências sobre a saúde pública mas também sobre a economia. O Governador do Ceará Camilo Santana decretou nesta terça-feira (31) a prorrogação por mais 30 dias da suspensão de aulas presenciais em escolas e universidades públicas e particulares, e tendo em vista o prazo do Cancelamento e Trancamento do presente semestre acadêmico já ter terminado, se faz necessário a adoção de outras medidas que busquem dar um auxílio aos estudantes em tempos tão difíceis. Portanto, com a prorrogação por mais 30 dias, as aulas voltariam em 4 de maio, porém o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que o governo projeta um crescimento no número de casos do novo corona vírus entre os meses de abril e junho o que indica que essa situação não vai ser normalizada em pouco tempo.

Há que se visualizar o cenário mundial ultilizando um exemplo prático com a Itália, que suspendeu todo e qualquer cobrança de consumo como luz, água e gás. No Brasil, a empresária Luiza Trajano, proprietária do Magazine Luiza, além de respeitar o isolamento social, manteve os empregos de todos seus colaboradores, e conforme podemos ver há uma coalização de entidades Públicas e Privadas que estão dando sua contribuição nessa crise global para que os serviços se mantenham em pleno funcionamento.
Entendemos que o momento não é de suspensão do pagamento da mensalidade devida a mão de obra que necessita deste, mas como não há consumo físico (energia, material de limpeza nas salas de aula, gastos com manutenção de ar-condicionado nas salas, e outro gastos referente a atividade presencial) nada justifica manter o valor integral total nos meses de suspenção, e houve mudança para modalidade de Ensino à Distância (EAD), com as aulas sendo ministradas online, que teve início no dia 18 de março de 2020 para que não tivéssemos nosso calendário acadêmico atrasado e assim fossemos prejudicados. Para além da justificativa da redução dos custos operacionais, há também uma justificativa social, tendo em vista que nosso corpo docente é formado principalmente por estudantes que encontram-se desempregados ou que no máximo estagiam e essa configuração do perfil do estudante, alinhado com a capacidade/possibilidade de pagamento deve sim ser levado em conta e a Faculdade precisa dar sua parcela de contribuição para seus alunos de modo a amortirizar essa crise. São tempos difíceis, que exigem medidas difíceis para serem amortirizados os danos e assim possibilitar uma retomada mais rápida à normalidade, na esperança que tudo possa voltar ao normal e que a situação no geral se estabilize com menos efeitos colaterais possíveis é que organizo o presente abaixo assinado com intuito de fazer uma revisão dos valores referentes às mensalidades enquanto durar a pândemia e permanecer o isolamento social, que impossibilita a auferição de renda inviabilizando assim o pagamento integral.

Pensando nisso, organizei esse abaixo assinado, e para sua legitimação, conto com a presença de todos os alunos.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!
Com 500 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!