O meu sindicato não me representa / Contra a Reforma Trabalhista do Temer

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Boa tarde.

Sou Bombeiro Civil e trabalho na cidade do Rio de Janeiro e tive acesso ao acordo coletivo 2017/2018.

Ao ler o documento, pude notar que na clausula trigésima, referente a escala de revezamento, se estipulou a carga horária de 180 horas, o que significa um retrocesso de direitos e beneficios concedidos, uma vez que a lei federal 11.901/2009, em seu texto, estabelcia a carga horária de 36 horas semanais para a Profissão de Bombeiro Civil.

É sábido que novas regras trabalhistas foram aprovadas em congresso, permitindo as convenções coletivas, estabelerem regras ainda que nao forem em beneficio do empregado.

Companheiros, este abaixo assinado, destina-se aos companheiroa de profissão que não aceitam essa alteracão e que nao nos beneficia em nada.

Amigos, precisamos derrubar essa cláusula, nós fomos lesados de forma clara e objetiva, somos a maioria, o sindicato nao existe sem a nossa categoria.

O Presidente do sindicato, nos representa e tem a obrigacao legal e moral de fazer o que for melhor para nossa categoria, e com toda ceteza um aumento de carga horária nao é o caso.

Não vamos nos calar e simplesmente aceitar.

Assinem e compartilhem



Hoje: rodrigo está contando com você!

rodrigo braga precisa do seu apoio na petição «Sindbombeirocivil-RJ: Contra a Reforma Trabalhista do Temer / O meu sindicato não me representa». Junte-se agora a rodrigo e mais 311 apoiadores.