Não a Terceirização das Atividades Fins

Já assinou 0 pessoa. Ajude a chegar a 100.


Senhores senadores, 

Não aprovem a terceirização das atividades fins das empresas. Se acontecer isso, será péssimo para a sociedade e para os trabalhadores em geral e especialmente aos que pretendem participar de concursos públicos e os que já  prestaram concursos e foram aprovados para ocupar cargos que prestam serviços muitas vezes essenciais para a população.

Nós sabemos que as empresas que são responsáveis pela terceirização de mão de obra, muitas vezes não honram seus compromissos com esses trabalhadores, como: atrasar pagamentos, não depositar FGTS; INSS; Décimo Terceiro Salário; Férias remuneradas, entre outros direitos trabalhistas que essas terceirizadas na sua grande maioria  não cumprem seus deveres para com os funcionários vinculados à ela.

Especialista nessa questão, o procurador do Trabalho Tiago Ranieri de Oliveira, diz, em uma reportagem do Jornal O Popular, publicado no dia 24/03/17:  "no futuro não descarta que essa proposta pode acarretar prejuízos para a realização de concursos públicos".

Por esses motivos expostos, nós trabalhadores comprometidos, funcionários concursados e outras pessoas que tem estudado e se esforçado para prestar provas de concursos públicos e almejam conquistar suas vagas em cargos públicos de instituições públicas que prestam serviços importantes para a sociedade e com pessoal qualificado, não podemos permitir que esse retrocesso trabalhista que é  a terceirização se torne uma lei que tem como objetivo favorecer empresários e prejudicar a classe trabalhadora.

 

 

 

 

 



Hoje: Alexandre está contando com você!

Alexandre Blotta precisa do seu apoio na petição «Senadores: Não a Terceirização das Atividades Fins». Junte-se agora a Alexandre e mais 12 apoiadores.