Atualização Urgente da Tabela do Imposto de Renda Pessoa Física

Atualização Urgente da Tabela do Imposto de Renda Pessoa Física

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!
Com 1.000 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
Digenir Chaves Fugazzaugazza Fugazza criou este abaixo-assinado para pressionar Senado Federal e

Moção Pedindo A Atualização Da Tabela do Imposto de Renda Pessoa Física.

Fiquei assustada ao preparar as Declarações de Imposto de Renda de pessoas que a muito tempo eu faço. O valor na declaração atual praticamente triplicou.

A defasagem da tabela faz com que pessoas com salários cada vez menores sejam obrigadas a pagar o Imposto de Renda. De acordo com o estudo , em 1996, pessoas que ganhavam até nove salários mínimos eram isentas; hoje, apenas quem ganha cerca de 1,73 salário não precisa contribuir.

Se hoje são isentas de IR pessoas que ganham até R$ 1.903,98 por mês, a isenção deveria ser para salários de até R$ 4.022,89 mensais se a tabela fosse corretamente reajustada.O valor se refere ao desconto simplificado na declaração --o contribuinte abate 20% do valor declarado automaticamente, sendo considerados tributáveis apenas os 80% restantes.

O pior que uma pessoa que se aposentou e teve que voltar ao mercado de trabalho para poder sobreviver, acaba sendo o mais prejudicado. Quando tem sua aposentadoria somada com o salário recebido. No final ele tem que arcar com 8 parcelas no seu orçamento para pagar a diferença do imposto apurado.

 

Com a inflação acumulada em 2020, de 4,52%, a defasagem da tabela do Imposto de Renda chegou a 113,09% desde 1996. Na prática, isso significa que o governo terá aumentado impostos em 2021, caso não corrija a tabela do IR. A informação é de um estudo do Sindifisco (Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal). A inflação oficial, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), soma 346,69% entre 1996 e 2020. Esse valor supera os reajustes nas faixas de cobrança do IR, que ficaram em 109,63%. Daí a defasagem de 113,09%, acordo com os cálculos do Sindifisco.

 

A tabela atual do imposto

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!
Com 1.000 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!