Manutenção do funcionamento do Museu Casa de Juscelino Kubitschek, em Diamantina -MG

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


Diamantina é uma cidade histórica localizada no Estado de Minas Gerais, que nesse ano completará 20 anos em que recebeu o título de Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO. O município é berço de inúmeras personalidades de reconhecida importância no cenário nacional e internacional. Entre elas, está o ex-Presidente da República Juscelino Kubitschek de Oliveira (JK). Juscelino nasceu em um antigo casarão localizado na Rua Direita, no Centro Histórico de Diamantina e mais tarde, após o falecimento de seu pai, mudou-se para uma casa localizada na ladeira denominada Rua São Francisco, n. 241, onde viveu até os seus 19 anos de idade, em Diamantina.

Essa casa localizada na Rua São Francisco tornou-se um Museu, tendo preservada a sua estrutura original com fogão a lenha e o quarto do menino "Nonô", como era chamado pelas ruas do antigo Arraial do Tijuco. O local também guarda um acervo riquíssimo da infância, adolescência, da formação acadêmica, carreira profissional e política de JK. No local, há também uma construção anexa onde existe uma réplica do consultório de urologia de Juscelino, um auditório e uma Biblioteca com inúmeros livros que pertenceram ao ex-presidente diamantinense, bem como um rico acervo de revistas, jornais e livros que falavam dele desde a época de Prefeito de Belo Horizonte até sua saída da presidência.

De acordo com reportagem veiculada pelo Jornal "Estado de Minas", em 21 de fevereiro de 2019, que pode ser acessada pelo link: https://bit.ly/2tvikGt o Museu Casa de JK fechará suas portas após 35 anos de contribuição histórico-cultural e demais relevantes serviços prestados a sociedade brasileira. Na reportagem, o Presidente do Museu Casa de JK, Serafim Jardim, comenta que: "A situação aqui está crítica. Funcionamos a duras penas. Além do atraso no repasse de verbas pelo governo do estado, tivemos o nome bloqueado no Sistema Integrado de Administração Financeira de Minas Gerias (Siafi), pela Secretaria de Estado da Cultura (SEC), o que nos impede de receber verbas de convênios. Os prejuízos são grandes, estamos numa luta de décadas. Temos um projeto aprovado pela Lei Rouanet para manter o funcionamento, mas não podemos receber os recursos devido a essa situação".

Fechar o Museu Casa de JK, em Diamantina é fechar as portas para a humanidade, dona desse patrimônio histórico, conhecer parte da História do Brasil e do Presidente desenvolvimentista que cumpriu seu lema de fazer o Brasil evoluir "50 anos em 5". Fechar o Museu nesse momento político conturbado e polarizado que o país vive, é fechar as portas para que possamos entender um pouco mais sobre a importância da nossa jovem Democracia, pela qual o ex-presidente Juscelino tanto lutou e prezou quando foi eleito. Fechar esse Museu, é fechar as portas para que os nossos jovens se motivem ao conhecer a história de um garoto pobre, filho de professora viúva de periferia, nascido no interior de Minas Gerais e que superou todas as adversidades da época para estudar e realizar seu sonho de ser médico.  

Portanto, viemos por meio dessa Petição Pública, solicitar aos gestores públicos: Governo de Minas, Secretaria de Estado de Cultura e a Prefeitura Municipal de Diamantina, bem como a Câmara Legislativa do Município que tomem as medidas cabíveis no sentido de regularizar os repasses financeiros para a manutenção do funcionamento do Museu Casa de JK, em Diamantina. Solicitamos, de maneira especial, ao Governador de Minas Gerais, Exmo. Sr. Romeu Zema, que as verbas pendentes sejam repassadas a entidade diamantinense e que a Secretaria de Estado de Cultura renegocie com o presidente do Museu para que a entidade seja desbloqueada no Sistema Integrado de Administração Financeira de Minas Gerias (Siafi) e possa receber verbas de outros convênios. 

Pedimos o apoio de todos os brasileiros, por meio dessa Petição Pública, para que possamos levar as autoridades competentes essa demanda, para que o Museu Casa de JK não venha a fechar definitivamente, o que seria uma grande perda histórica para nossa Nação, em especial para o povo diamantinense. Nesse sentido, peço a sua colaboração, assine e compartilhe essa Petição Pública por meio de mensagens eletrônicas, nas suas redes sociais e demais plataformas de comunicação. Desde já agradeço a todos que apoiarem esse movimento!

Conheça mais um pouco sobre o Museu Casa de JK, em Diamantina, no link: https://www.youtube.com/watch?v=jDA3EEMN3VI