Nós, Músicos do Espírito Santo não aceitamos a proposta da SECULT ES para os Editais 2019!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


A Secretaria de Estado da Cultura, de forma unilateral, impositiva e antidemocrática apresentou uma proposta de mudança para os novos editais. O montante que era de 1 milhão e 363 mil reais, será diminuído para 900 mil (sem nem mesmo apresentar qualquer justificativa), os editais não serão mais em formatos de prêmios, e sim de um teto para orçamentos.

A Câmara de Artes Musicais do CEC-Conselho Estadual de Cultura, bem como nós, músicos profissionais do Estado do Espírito Santo abaixo-assinados, somos veemente contra essa postura impositiva da Secretaria. 

E queremos:
1. Reconhecimento da existência do Conselho Estadual de Cultura, com suas diversas Câmaras, como o espaço democrático representativo da sociedade civil, como está institucionalmente constituído.

2. Manutenção do Valor de 1.363.000,00 dos editais de música.

3. Termos tempo hábil para que possamos nos reunir em nossas bases para que possam ser levadas à plenária do Conselho aquilo que a categoria definir, como tem sido nos últimos anos!