Santander Cultural DEVE cancelar qualquer vínculo com Gaudêncio Fidelis

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


A mostra de arte Queermuseu cancelada pelo Santander Cultural após crítica e pressão da sociedade civil e movimentos em prol da liberdade e responsabilidade foi uma vitória, mas não basta. Todos têm o direito de se expressar, mas também têm, igualmente, dever de assumir suas responsabilidades perante seus atos. Se uma mostra com o intuito de "explorar o universo LGBT" vai além disso explorando relações sexuais com menores de idade e animais que, obviamente, são coagidos a tanto, seja pela força ou pela malícia devem receber nosso repúdio, sim Senhores e Senhoras. O indivíduo que organizou a mostra precisa receber um recado claro de nossa parte: nós estaremos vigilantes e onde quer que o Senhor se apresente, dado o histórico e erro que cometeste, receberá nosso repúdio através da mobilização para não obter nenhum sucesso em vossa empreitada. E o Santader Cultural, instituição ligada a uma entidade de direito privado terá que optar entre uma campanha que evidencie o tipo de arte que se propõe a promover ou se retratar, rompendo qualquer tipo de vínculo com o Sr. Gaudêncio Fidelis, curador da referida mostra de arte que, inclusive, desmerece o próprio "universo cultural" que quis retratar, o LGBT. Por razões muito simples: adultos conscientes de seus atos podem optar por quaisquer ações consensuais que visam obter prazer, crianças NÃO, animais NÃO. Simples assim e seja lá qual for vosso critério de arte, este não nos interessa, pois está no mesmo nível de se deleitar com corpos dilacerados e feridos nos campos de batalha e campos de concentração por uma única razão, eles foram forçados a isto. E é exatamente disto que se trata, se não for para criticar tal ato, o contrário significa fazer apologia ao mesmo e contra isto que nos posicionamos, a presunção de que crianças induzidas precocemente a manter relações sexuais, tal qual animais que não estariam ali por vontade própria seria algo natural, bom e sadio. Que fique claro, não condenamos suas atitudes, opções ou orientações, sejam quais forem, DESDE QUE não forcem ou manipulem ninguém a isto, o que inclui pessoas ou seres incapazes de optar pelas mesmas escolhas. Vocês que apoiaram e se manifestam por tal mostra Queermuseu ultrapassaram uma linha e agora têm de arcar publicamente com a ofensa e ultraje que geraram. Para nós, o mais sensato é que haja um repúdio generalizado contra qualquer atividade artística fomentada pela mesma pessoa, grupo ou organização.  

Atenciosamente,

Anselmo Heidrich



Hoje: Anselmo está contando com você!

Anselmo Heidrich precisa do seu apoio na petição «Santander Cultural: Santander Cultural DEVE cancelar qualquer vínculo com Gaudêncio Fidelis». Junte-se agora a Anselmo e mais 169 apoiadores.