NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


CAMPANHA CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA PROPOSTA PELO GOVERNO

A classe trabalhadora do Brasil e seu empresariado sério não aguentam mais o fardo de manter uma Administração Pública tão afastada de suas necessidades e oposta aos seus legítimos interesses. A Constituição Brasileira declara que o Poder pertence ao Povo e será exercido em nome do Povo. A presente Campanha tem o propósito de caminhar na direção da concretização deste preceito constitucional, constantemente desrespeitado.

A situação pede uma tomada de posição e uma clara manifestação da vontade popular, no que diz respeito a um dos mais importantes e caros direitos que temos: a dignidade da vida humana, em todas as suas fases.

Um grave ataque contra os interesses do povo foi preparado pela cúpula do Poder Público no Brasil. O que é pior é que o Governo tem demonstrado que fará tudo para convencer os parlamentares e a sociedade em geral da necessidade de que todos se submetam às irreparáveis perdas que essa medida trará. Esse ataque está consubstanciado na proposta de Reforma da Previdência.

O que esse governo está defendendo é totalmente inaceitável e a sociedade brasileira não pode continuar pagando pelos desvios que seus representantes cometem, tendo em vista o enorme custo que já suportamos para manter uma máquina administrativa ineficiente e extremamente corrupta.

No site dos auditores fiscais consta a informação de que não existe déficit nas contas da Previdência Social, ao contrário do que o Presidente da República e seus auxiliares alardeiam. A mesma realidade é apontada por outros estudiosos do assunto, sendo todos os estudos feitos com o devido respaldo constitucional e legal.

O que existe, conforme os auditores constataram, é desvio de recursos que deveriam ser investidos na Previdência Social e que são destinados pelo Governo para outros fins. Cabe aos senhores, que receberam a competência constitucional de fiscalizar a utilização dos impostos que pagamos, a responsabilidade de fazer prevalecer a verdade e a justiça. Para tanto é necessário que os recursos previdenciários sejam recolhidos e investidos conforme preceitua a Constituição Federal.

O Governo quer mais uma vez lançar sobre o povo uma culpa que ele não tem, retirando direitos legítimos e históricos, conquistados a duras penas e que deveriam ser ampliados e jamais retirados. Os artigos 194 e 195 da Constituição Federal deixam claro a composição das receitas previdenciárias e em que ações esses recursos devem ser investidos.

Chegamos, senhores, a um momento decisivo na vida política nacional. As instituições oficiais estão em grande descrédito. Evitar a aprovação da Reforma da Previdência com base em dados falsos é o mínimo que se espera de órgãos que têm a pretensão de manter a confiança dos cidadãos que representam.
Toda a sociedade brasileira espera que sejam dignos de representá-la e, se necessário, defendê-la.


FONTE: 
http://somosauditores.com.br/previdencia-social.html> Acesso em 14/11/2017.
https://alestrazzi.jusbrasil.com.br/artigos/364811617/o-rombo-da-previdencia-e-uma-mentira> Acesso em 14/11/2017.
http://somosauditores.com.br/previdencia-social/110-a-mentira-sobre-o-rombo-na-previdencia-social.html> Acesso em 14/11/2017.
http://www.otempo.com.br/capa/economia/para-oab-n%C3%A3o-existe-rombo-na-previd%C3%AAncia-social-do-pa%C3%ADs-1.1427840> Acesso em 14/11/2017.
https://www.youtube.com/watch?v=qWssYAeMj3w> Acesso em 14/11/2017.



Hoje: Antonio Custodio está contando com você!

Antonio Custodio Lopes precisa do seu apoio na petição «RODRIGO MAIA: NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA». Junte-se agora a Antonio Custodio e mais 126 apoiadores.