Abaixo-assinado encerrado

Rescisão Imediata dos Atletas com Insuficiência Técnica

Este abaixo-assinado conseguiu 8 apoiadores!


Associados e torcedores em geral do Fluminense, todos nós sabemos que nosso ano de 2017 será complicado. Temos a consciência de que o nosso 2017, financeiramente falando, será um dos anos mais difíceis da nossa história centenária por X motivos. Não temos estádio, não temos sócios (e nem um programa de sócios atrativo, afinal não temos estádio), não temos patrocinador, tomamos calote da DryWorld e da Vitton, vendemos Kennedy, Marlon, Gerson, Fred, e tantos outros a preço de banana por conta de um presidente vergonhoso, omisso e mentiroso como foi o sr. Peter Siemsen, que por sinal deveria ser proibido de pisar nas Laranjeiras ou em qualquer instalação do clube.

Enfim, como anunciado pela atual diretoria, não temos dinheiro. Não teremos contratações. Visando diminuir o déficit milionário já anunciado para o ano de 2017, é preciso reduzir custos.

Por meio desta petição, a torcida comum e associados do Fluminense exigem a rescisão dos contratos dos seguintes atletas (?) visivelmente incapazes de jogar decentemente em um clube de futebol profissional da primeira divisão nacional:

- Marquinho: Não há nenhuma justificativa plausível para que esse sanguessuga receba 350 MIL REAIS por mês para ser o lixo que é. Cada vez que entra em um jogo encaramos como uma afronta. Preguiçoso, lento e fraco. Rescisão amigável ou empréstimo imediatamente, senão tem que ser colocado pra treinar com os juniores. 

- Marcos Júnior: Improdutivo e burro. Sem mais. Fora.

- Cavalieri: Um dos goleiros mais caros do país que é titular absoluto desde 2011 e apenas em 2012 foi inquestionável. Fora. 

- Maranhão: Incapaz. Tchau.

 



Hoje: Bernardo está contando com você!

Bernardo Arruda precisa do seu apoio na petição «Rescisão Imediata dos Atletas com Insuficiência Técnica». Junte-se agora a Bernardo e mais 7 apoiadores.