Removam do cargo o diretor Carlos Vieira, da escola Tito Prates, por má conduta!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Meu nome é Michele, sou mãe do aluno Michel, que cursa o 1° ano do ensino médio da escola Tito Prates da Fonseca. Meu filho foi suspenso por suposto uso de drogas na escola, algo que NÃO FOI investigado nem devidamente comprovado. Depois do ocorrido, chegou a ser feito um exame toxicológico no meu filho, que deu resultado NEGATIVO! 

Procurei o diretor Carlos Vieira, que me sugeriu que meu filho fosse para outra escola, que ele poderia dar um "jeitinho", já que tem conhecidos na delegacia de ensino. Ele me disse: "nesta escola o Michel não entra mais". 

Entrei em contato então com o conselho tutelar e a delegacia de ensino, mas, nesse meio tempo, meu filho ficou 13 dias úteis sem poder ir para a escola, em plena época de provas! Quando ele voltou à aulas, os outros alunos começaram a zombar do meu filho, o que fez com que ele ficasse constrangido e não quisesse mais voltar à escola. 

O caso do meu filho foi só a ponta do icebergue! Só neste ano, mais de 30 casos de abuso de autoridade aconteceram nesta escola, e mais de 10 foram registrados no Conselho tutelar da Casa Verde. Os outros casos não são denunciados por desmotivação ao ver reclamações passadas sem êxito.

É uma imensa falta de respeito e desprezo pelos alunos! Por isso, peço a remoção do diretor Carlos Vieira por má conduta, coação, abuso de autoridade, injúria e por infringir o código 236 do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Peço à Secretaria da Educação do Estado de São Paulo que tome as providências necessárias para que esse tipo de situação seja exceção e não rotina!



Hoje: Mimy está contando com você!

Mimy Silva precisa do seu apoio na petição «Removam do cargo o diretor Carlos Vieira, da escola Tito Prates, por má conduta!». Junte-se agora a Mimy e mais 947 apoiadores.