Nenhum Direito a menos com os Estudantes da Faculdade Universo-GO.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


O Centro Acadêmico de Direito Ruy Barbosa vem a público mostrar sua extrema insatisfação, indignação com os fatos ocorridos recentemente na Universidade. Prestamos solidariedade a todos os acadêmicos que tem passado por esses transtornos. Nós NÃO ACEITAREMOS calado, enquanto os boletos com mensalidades exorbitantes não param de chegar, aumenta-se o valor e diminui a qualidade, estamos atento a todas as situações, e nosso departamento jurídico acompanhando o corrido.

“27. De acordo com o artigo 75 do Regimento da UNIVERSO, não serão criadas turmas com número inferior a 30 alunos, nos cursos presenciais.

28. O número médio de alunos por turma será 60, para as turmas presenciais.” ( MIA)

O que vemos é que não está sendo respeitada a quantidade de alunos por sala, chegando reclamação de alunos assistindo aula em pé e professores impedindo a entrada de alunos com cadeiras de outras salas, ferindo o que se estabelece no código de defesa do consumidor, na relação consumidor > Prestadora de Serviço.

Anualmente as mensalidades vem se tornando cada vez mais caras, em contrapartida a instituição deixa a desejar, telefones não funcionam, má qualidade de atendimento, precarização na estrutura entre outros.

Sabemos da incansável luta da Diretora Geral do Campus, professora Tatiana Diesel em resolver a situação, porém depende da mantenedora que é no Rio de Janeiro. É uma situação que está ocorrendo em todas as unidades, diversos servidores sendo demitidos para cortar gastos, mas a pergunta que não quer calar é, do que adianta cortar gastos se expõe a aluno a um vexame desnecessário? Salas de aulas com Excessos de alunos, falta de diálogo com a gestão e direção do campus, ar condicionado que está só de enfeite na sala de aula, aplicativo que raramente funciona, matérias que não abriram este semestre e telefones que vivem tocando e ninguém atende. Um total descaso.

Iniciamos a faculdade realizando um sonho, mas parece que vivemos um pesadelo. Exigimos uma postura da Mantenedora da Universidade Salgado de Oliveira, em relação aos problemas que já foram apresentados.

Somos aqueles que por vezes temos que conciliar a jornada de trabalho com os estudos, somos de diversas regiões do país e temos um objetivo em comum, buscamos um futuro melhor. Não abriremos mão de nossos direitos, lutaremos incansavelmente. O Centro Acadêmico Ruy Barbosa juntamente com o MOVA ( Movimento de Valorização do Acadêmico de Direito) e sua equipe jurídica está ciente dos fatos e acompanhando de perto a situação para tomar todas e quaisquer medidas cabíveis.