Reivindicações Da Reforma Agrária RJ.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


MANIFESTO DE ITAPERUNA

 

Nós trabalhadores rurais do estado do Rio de Janeiro em assentamentos, acampamentos, sindicatos, associações e coordenações de acampamentos e assentamentos. Por meio dessa destacamos a importância que o Incra desenvolve para Reforma Agrária e o desenvolvimento da agricultura no estado do Rj.

Diante disso entendemos que a atual gestão do Incra no estado do Rio de Janeiro na figura do Superintendente Regional vem desenvolvendo um trabalho muito aquém das necessidades dos assentados, acampados e sindicatos que representam a categoria dos trabalhadores e trabalhadoras rurais no nosso estado.

Precisamos informar e cobrar que o atual gestor vem atuando de maneira a interferir em processos internos estranhos a função do superintendente criando brigas internas, perseguindo lideranças, não respeitando o diálogo com as associações e sindicatos, além de desprezar completamente o grande número de acampado existente nas nossas margens das rodovias e estradas.

Além do mais nos últimos meses o superintendente do INCRA através de pretensos servidores vem colocando pessoas em lotes destinados a Reforma Agrária onde existiam outros trabalhadores, além de ocupar áreas de preservação ambiental, gerando assim grande risco de violência e aumento dos conflitos agrários no estado.

Tais fatos se somam a utilização do Incra como palanque eleitoral em ocasiões de entregas de documentos pessoais em câmaras municipais junto a candidatos de sua legenda.
Este Superintendente por ocasião da votação eleitoral recebida por sua candidatura a deputado estadual em 2018 afirmou a direção dos assentamentos que iria verificar leitura do da sua votação na região pra saber qual a prioridade poderia dar a cada grupo de assentados.

Todos os fatos acima narrados já se encontram denunciado junto ao ministério público federal de algumas regiões esperamos que as autoridades que tenham poder sobre essa gestão tomem as devidas providências pra diminuir os impactos sobre a vida dos trabalhadores e trabalhadoras rurais.

Assinam o presente manifesto : FETAG-RJ, FETAGRI-RJ, sindicatos dos trabalhadores e trabalhadoras de Macaé, Carapebus, Itaperuna, Associação dos produtores rurais do assentamento prefeito Celso Daniel, associação do assentamento João Batista Soares, associação do assentamento Floresta de Belem, Associação dos produtores rurais da agricultura familiar acampados e assentados do Noroeste Fluminense APRAFAANF, Nova esperança do Are, 31 de Maio, Fidel Castro, Nelson Mandela e Paulo Freire.