Contra carro oficial para deputados que residam a menos de 100km de distancia da ALESP

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!


Deputada eleita, Carla Morando abre mão de carro oficial e quer adesão de parlamentares que residam a menos de 100 km de distância da Alesp
Medida, por meio de abaixo-assinado, e visa reduzir gastos públicos da Assembleia Legislativa

A deputada estadual eleita Carla Morando (PSDB) confirmou seu primeiro compromisso junto à sociedade em garantir redução de gastos públicos na Assembleia Legislativa (Alesp): é abrir mão do carro oficial.

A justificativa está amparada no fato de que se o trabalhador comum, que utiliza seus próprios meios de locomoção, os deputados, que residam a menos de 100 km da Alesp, possam seguir da mesma forma.

A deputada eleita lançou um abaixo-assinado eletrônico para contar com o apoio da sociedade para acabar com o que acha desnecessário para o parlamentar da legislatura (2019-2022).Dos 94 deputados eleitos, 59 estão a menos de 100 km da Alesp – 62% do corpo dos parlamentares.

A economia seria perto de R$ 5 milhões com a medida, uma vez que proporcionaria fim dos gastos com combustível e manutenção. Ao todo, a contenção financeira será em torno de R$ 20 milhões no mandato.

“Austeridade financeira tem sido item fundamental em administrações públicas. Trata-se de um dever com a sociedade e responsabilidade de parlamentares, prefeitos governadores para manter os órgãos com saúde financeira, preservando os serviços ofertados, futuros projetos e investimentos”, afirmou Carla.

A futura parlamentar, que recebeu 89.636 votos, complementou que as urnas foram rigorosas em deixar claro que a sociedade espera o fim de mordomias, detalhando que o fim do carro oficial é a sua primeira medida, mas que outros planos de redução de gastos estão em seu planejamento.

AÇÃO EXITOSA – Em São Bernardo, base eleitoral de Carla e que é administrada desde 2017 por seu marido, Orlando Morando, a medida deu certo. No início da gestão, o prefeito cortou o uso de veículos oficiais alugados para ele mesmo e o corpo de secretários, economizando R$ 3,5 milhões por ano. Assim, todo o primeiro escalão tem utilizado o carro próprio para trabalhar.



Hoje: Carla está contando com você!

Carla Morando precisa do seu apoio na petição «Presidente da ALESP: Contra carro oficial para deputados que residam a menos de 100km de distancia da ALESP». Junte-se agora a Carla e mais 3.403 apoiadores.