Respeite os jardins ecológicos do Largo da Batata!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.500!


Nós, abaixo assinados, manifestamos nossa indignação pela remoção sem aviso, por parte da Prefeitura Regional de Pinheiros, de um jardim agroflorestal que havia no Largo da Batata. O jardim em questão continha árvores nativas, arbustos, PANC, flores, vegetação de pequeno porte, tubérculos, solo vivo e ativado por tatus-bola e minhocas, riqueza de matéria orgânica e troncos. Foi o trabalho de mais de um ano do coletivo Batatas Jardineiras, e já era possível verificar grande diversidade de flora e fauna. O jardim era apreciado por muitos frequentadores do Largo, a quem fornecia sombra, e tinha função educativa ambiental e alimentar, assim como de resgate de memórias e laços afetivos da população migrante, que reconhecia ali as espécies conhecidas na infância rural, como labrobró, boldo brasileiro, inhame, feijão guandu. Esse jardim era protegido por um termo de cooperação celebrado entre a Prefeitura Regional de Pinheiros e integrantes do coletivo (Termo de cooperação: 2016-0.236.191-2; publicado no DOM em 28/12/2016).

Graças ao trabalho dos coletivos cidadãos, o Largo da Batata tornou-se um território democrático que abriga várias influências, embora seja objeto de disputa e gentrificação. Nos últimos anos, havia se instalado uma gestão participativa do lugar, dando vez e voz à comunidade de Pinheiros. Essa abertura corre risco agora, com a implementação de um projeto paisagístico que não foi discutido com a comunidade e que, no esteio de sua execução, liquida com um jardim inteiro, onde árvores vivas foram arrancadas, a biodiversidade foi suprimida e os valiosos serviços ambientais que as árvores e os ecossistemas em evolução foram extintos.

Assim, por meio desse abaixo-assinado, solicitamos à Prefeitura Regional de Pinheiros que:

  1. Preste esclarecimentos oficiais à comunidade sobre o ocorrido;
  2. Faça a compensação da árvore arrancada nos termos legais;
  3. Discuta com a sociedade civil o projeto paisagístico em implantação, garantindo a transparência na gestão e a continuidade dos canais de diálogo já conquistados.
  4. Garanta que o termo de cooperação em questão não voltará a ser desrespeitado.


Hoje: Coletivo Batatas Jardineiras está contando com você!

Coletivo Batatas Jardineiras precisa do seu apoio na petição «Prefeitura Regional de Pinheitos: Respeite os jardins ecológicos do Largo da Batata!». Junte-se agora a Coletivo Batatas Jardineiras e mais 1.202 apoiadores.