Abaixo-assinado encerrado

NÃO à paralisação das obras do Hospital Mun. de Parelheiros

Este abaixo-assinado conseguiu 225 apoiadores!


Após décadas de espera, finalmente no início de 2015 a obra do Hospital Municipal de Parelheiros foi iniciada. Em ritmo acelerado, e previsão de entrega para Outubro de 2016, a população da região carente do extremo sul de São Paulo viu a realização de um sonho e esperança de melhorias aumentando a cada pavimento que surgia. Em uma área com 34 mil metros de área construída, o hospital tem espaço para 255 novos leitos, dos quais 38 são obstétricas, 31 unidades de terapia intensiva (UTI), neonatal infantil e adulto, 9 leitos para ginecologia, 11 salas cirúrgicas, além de leitos psiquiátricos com área de deambulação ao ar livre. Atenderia uma população de mais de 140 mil habitantes, além de outros bairros populosos no entorno. Hoje faltam cerca de 30% para concluir a obra e será paralisada. Os funcionários, que hoje são cerca de 80 mas já passou de 400 além dos empreiteiros, estão cumprindo aviso prévio, pois a construtora já fez todo o possível para manter pelo menos o ritmo lento, não abandonar a obra e correr o risco de ser invadida e depredada, mas sem nenhum repasse durante meses torna-se algo impossível. Se até o dia 27/07 nada acontecer por parte da Prefeitura de São Paulo, a obra estará oficialmente paralisada, a população de Parelheiros perde um hospital e mais de 80 pais de família perdem o emprego.



Hoje: Kelly está contando com você!

Kelly Batista e Silva precisa do seu apoio na petição «Prefeitura Municipal de São Paulo: NÃO à paralisação das obras do Hospital Mun. de Parelheiros». Junte-se agora a Kelly e mais 224 apoiadores.