INSTALAÇÃO DE HOSPITAL DE CAMPANHA NA ZONA LESTE DE SP COM URGÊNCIA!

INSTALAÇÃO DE HOSPITAL DE CAMPANHA NA ZONA LESTE DE SP COM URGÊNCIA!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


A Zona Leste da cidade de São Paulo é a região que mais sofre com a Covid-19. Ela está em primeiro lugar no número de mortes, segundo estatísticas da Prefeitura de São Paulo: 1098, até 24 de abril. Por subprefeituras, Penha e Mooca lideram em número de mortes – 79 e 67, respectivamente, dados de 13 de abril. Entre os distritos, Sapopemba segue em segundo lugar, com aumento de 50% na quantidade de mortos. No índice de letalidade, Ermelino Matarazzo ocupa o segundo lugar, com 35,2% dos casos. Três hospitais da região (Ermelino Matarazzo, Tide Setúbal e Cidade Tiradentes) atingiram 100% da ocupação dos leitos. Faltam UTIs. O hospital particular Menino Jesus, localizado no Ermelino Matarazzo, foi adquirido em 2014 pela Prefeitura e até hoje não entrou em operação.

A Zona Leste, a região mais populosa de São Paulo, onde residem cerca de 4 milhões de pessoas - 40% dos habitantes da cidade, é a única região da Capital que não foi contemplada com a instalação de um hospital de campanha, apesar do Sport Club Corinthians Paulista ter colocado a Arena Itaquera à disposição para tal finalidade.

Por que a Zona Leste foi discriminada durante a escolha de áreas para instalação de hospitais de campanha?

Por que o Hospital Menino Jesus não foi reinaugurado para atender às necessidades de saúde da região?

Tendo em vista os números apresentados, disponíveis em vários meios de comunicação, bem como a relação direta entre falta de leitos/UTIs e o crescimento da letalidade da Covid-19, nós cidadãos brasileiros exigimos que a Prefeitura de São Paulo proceda à instalação com urgência de hospital de campanha na Zona Leste, em área de fácil acesso aos habitantes, além da reabertura imediata do Hospital Menino Jesus, no Ermelino Matarazzo, como formas de atenuar os efeitos da doença que vem provocando vários danos aos moradores da Capital, notadamente na Zona Leste.

Assinam esta petição as seguintes entidades:

- Instituto São Paulo Pela Democracia

- Associação de Moradores do Conjunto Habitacional Vila Nova Silvia - Amoravila

- Grêmio Vila Sílvia

- Fórum de Moradores da Vila Sílvia