Sem mais "quebra-galhos" nas ruas de Campinas. Elas imploram por conserto!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


  Nós somos estudantes do Colégio Crescer em Campinas, SP e diante dos grandes problemas em relação às ruas do município, criamos esse abaixo-assinado, a fim de que a Prefeitura Municipal de Campinas tome algumas providências.

  Ruas esburacadas são um dos maiores problemas que atingem cidades de todo o país. Elas causam problemas no pneu, nas rodas, amortecedores e podem até mesmo aumentar o consumo de combustível do automóvel, o que pode elevar os gastos dos motoristas com a manutenção.
  Conforme dados retirados de uma entrevista feita pelo Portal G1, em 31 de julho de 2019, em ruas sem buraco, o consumo de combustível é de 16km/litros, com isso, o carro pode percorrer até mesmo 800km gastando R$ 129,00. Já nas ruas esburacadas, esse consumo pode ser de 6km/litros, fazendo com que o carro possa percorrer somente 300km gastando R$ 380,00, no caso, enchendo o tanque cerca de quatro vezes - esses seriam os chamados custos invisíveis das ruas esburacadas, já que geralmente são uma das menores preocupações dos motoristas, no entanto, podem trazer muitos prejuízos.
Sem contar que podem ser a causa de diversos acidentes, principalmente por nos obrigar a desviar dos buracos, o que é um risco, visto que existe a possibilidade do automóvel perder o controle e colidir com outro ou até mesmo ocasionar a queda do motorista.
  Vale ressaltar também que há muitas calçadas que possuem o mesmo problema e contam com pedras fora do lugar, de forma que muitos pedestres têm de tomar cuidado ao caminhar para evitar acidentes, como tropeçar nos relevos de pequeno porte formados pela deslocação do concreto, e muitas vezes precisam até mesmo andar no meio da rua para isso, correndo o risco de serem atropeladas.
  Na Vila Georgina, por exemplo, muitos moradores tentam até mesmo cobrir os buracos com o resto de cimento que têm em suas casas.
  De acordo com um relatório feito em janeiro desse ano pelo Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo, Campinas tem queda de 15% nas mortes no trânsito, mas óbitos em acidentes com carro sobem 37,5%, e podem aumentar mais ainda conforme as ruas vão se tornando mais desniveladas.

  Esperamos que a Prefeitura tome diligência referente a situação, é um problema que está aí há muito tempo e vem se agravando cada vez mais. São necessárias manutenções recorrentes desses buracos, já que, com o tempo, o asfalto vai se desgastando. Pedimos pelo menos por um cuidado redobrado desses serviços em regiões como as do Campo Grande e Ouro Verde, nas quais comumente acontecem acidentes e grande parte da população reclama do perigo.

  Dependendo do número de assinaturas, levaremos essa petição diretamente à Prefeitura, visando alguma atitude para solucionar o problema que se agrava cada vez mais.