Contra o Fim das Atividades do Hospital Municipal Nise da Silveira

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 50.000!


Voz dá voz:
Recebemos o relato a seguir e infelizmente caso aconteça será muito ruim para saúde municipal e principalmente para os pacientes do nosso bairro.

Não podemos deixar isso acontecer, juntos somos mais fortes!

"O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, na terça dia 16/4 em reunião realizada no Centro Municipal de Reabilitação do Engenho de Dentro com todo os funcionários, médicos e enfermeiras resolveu comunicar a decisão de encerrar as atividades médicas desenvolvidas na unidade que funciona no Hospital Municipal Nice da Silveira (Antigo hospital psiquiátrico Pedro II no Engenho de Dentro) Rua Ramiro Magalhães, 521 - Engenho de Dentro, ou seja as atividades vão até o próximo dia 30/4, após esse data os pacientes, médicos, enfermagem e funcionários da casa e terceirizados vão ficar sem saber o que fazer e pra onde ir, os pacientes deverão o para clínica da família se funcionar e posto de saúde perto de suas casas, os terceirizados inclusive já foram pra rua na sua maioria. o povo tem que protestar contra isso. divulgue no grupo. Quem se trata messa unidade com clínico geral, dentista, dermatologista, homeopatia, oftalmologista e outras áreas vão perder. Se o prefeito não mudar de ideia, esses será o fim da unidade."

Resposta da Secretária enviado por terceiros...
"A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que:

- Não procede a informação de fechamento até o fim do mês nem do Instituto Municipal Nise da Silveira e nem do Centro Municipal de Reabilitação (CMR) do Engenho de Dentro.

- O Centro Municipal de Reabilitação do Engenho de Dentro, que funciona dentro do complexo de prédios do Instituto Nise da Silveira, está passando por uma revisão da oferta de serviços. Especialidades hoje existentes no local, mas sem nenhuma relação com reabilitação, como dermatologia, estão sendo transferidas para unidades com perfil mais adequado a esta oferta, como as policlínicas. No CMR permanecerão apenas as especialidades típicas de reabilitação fisioterápica, que é o perfil deste tipo de unidade.

- Além do Instituto Municipal Nise da Silveira, o município tem na região do Engenho de Dentro os CAPS Severino dos Santos (com funcionamento 24 horas), Clarice Lispector e Torquato Neto; o CAPSad Raul Seixas (24 horas), especializado em álcool e drogas; e o CAPSi Maria Clara Machado, para crianças e adolescentes. Ao todo, são 34 CAPS na cidade para atendimento de pacientes de saúde mental.

- Usuários que necessitam de atendimento na área de saúde mental também recebem cuidados em todas as unidades de atenção primária, que podem contar com o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). E o município conta ainda com 36 unidades que ofertam consultas especializadas de saúde mental/psiquiatria via SISREG e cinco unidades com atendimento de emergência em saúde mental, além de leitos psiquiátricos em hospitais gerais para casos agudos que demandem internação."

Ainda esperamos uma resposta da prefeitura, infelizmente não tem nenhuma resposta desse caso em suas mídias