Alteração do Calendário escolar das escolas municipais do rio de janeiro

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 200!


O Calendário escolar divulgado pela SME para o ano letivo vigente (2019) está com muitos "centros de Estudos". São em média 3 por MÊS. Sendo 1 integral (não havendo aula) e 2 parciais. Os pais ficam confusos com tantos centros de estudos e questionamos a real necessidade de destinar 3 dias no mês para que os profissionais de educação estudem (?!), já que em poucos empregos formais, são dedicadas tantas horas "vagas" para o profissional estudar seu ofício. As EDI's e Creches tem como sua maior vertente a questão de apoiar as famílias que precisam trabalhar para conquistar seu sustento, tendo um viés educativo, mas também o cuidado. Sendo assim, fica impossível para uma família trabalhar em paz sem ter com quem deixar seus filhos 3 dias no mês, ou tendo que alterar sua logística para buscar a criança mais cedo. Questionamos se a Secretaria Municipal de Educação ajuda ou atrapalha a família agindo desta maneira. A mãe solo que não tem com quem deixar seu filho para trabalhar, o pai solo que precisa buscar o sustento do lar, a avó que também tem que se sacrificar para educar os netos.

No ensino fundamental, a questão além de alterar a rotina escolar completamente, deixa de ofertar horas preciosas de ensino. Ensino esse que já é precário na educação do município, se torna ainda mais. Já que as crianças passam a ter carga horária ainda menor. O que pode acarretar num defcit educacional que será notado mais a frente nos estudos das crianças.

Entendemos a necessidade dos professores de estar em constante estudo para melhor atender nossas crianças, mas questionamos essa necessidade e também a forma como eles estudam. Acreditamos que a questão pode ser melhorada, os dias de centros de estudos diminuídos sem qualquer prejuízo aos alunos e aos professores, através de uma adequação de horários. Acreditamos que o município e a Secretaria Municipal de Educação, pode adicionar algumas horas a carga horária do professor para que não haja prejuízo para este profissional que faz um trabalho belíssimo e ele continue recebendo nestes horários. Apoiamos a causa dos professores, mas temos que ser justos com os alunos e as famílias que dependem do serviço que está sendo ofertado deficientemente devido a esta questão de tantos centros de estudos todos os meses.

Nunca antes houveram tantos centros de estudos por mês.

Sendo assim reivindicamos a REVISÃO do calendário escolar de 2019. Adequando a necessidade dos usuários, para que assim nenhuma criança seja prejudicada.

Proposta:

  • Diminuir a quantidade de "CE's" para um por bimestre ou até um por mês. Ainda que este seja integral; 

Questionamento:

  • Queremos saber o que os professores e funcionários fazem durante os dias de CE exatamente?
  • Os Centros de estudos tem dado resultados efetivos?
  • Qual é o objetivo dos centros de estudos terem sido aumentados desta maneira?
  • Está sendo convertido em melhora de de profissionais?
  • Queremos ver o resultado. Prestação de contas ao usuário e mudança, é claro!