Proibição do uso de fogos de artifícios com estouro.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!


Dia 1 de dezembro, na abertura de Natal da Cidade, havia cerca de 10 cachorros no meio da multidão, a tempos esses cachorros estão por lá. Inclusive parte da população tem um afeto pelos mesmos. Porém, por conta dos fogos esses animais entraram em pânico, uns correram enquanto outros tentaram se esconder.

 Por conta da audição ser sensível, os fogos acabam machucando, deixando o animal com problemas na audição ou surdos em casos mais graves. Tanto os cachorros de rua e até mesmo os domesticados sofrem com o isso. “Eu mesmo tenho três cachorros, que em épocas comemorativas tentam se esconder, pulam pedindo ajuda e um chegou a ter uma crise de medo”, relato de um morador de Palmas quando questionado sobre fogos de artifício para os cães. Quem passa o ano novo, por exemplo, com seus animais sabe como eles ficam apreensivos com a agitação por si só, com o barulho dos fogos, mais ainda. Considerando que estouros dos fogos de artifício ultrapassam a medida de decibéis necessarias prevista em lei, os cachorros sofrem tanto quanto bebês nesse caso, já que ambos não podem se comunicar.

 E por meio deste abaixo assinado viemos pedir para que em datas comemorativas o uso de fogos na cidade fosse feito com uma emissão sonora menor, já que nunca é tarde para cuidar do melhor amigo do homem. Além de que pessoas idosas, infermos se beneficiaram.