Ciclovia e sinalização para ciclista em Manaus

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 1.000!


Nós, cidadãos e ciclistas de Manaus conscientes da problemática ambiental, do transporte público e  da mobilidade urbana, solicitamos que o senhor Prefeito  Arthur Virgilio Neto, secretário de infraestrutura Sr. Kelton de Aguiar Silva e o Diretor-Presidente da Manaus Trans Sr. Frankilin Pinto  considere dentro das políticas públicas municipais o cumprimento da lei LEI Nº 2075 de 29 de dezembro de 2015, que prevê a criação de  ciclorrota ou rota ciclável, ciclovias,ciclo faixa e bicicletários,minimamente preparados para garantir a segurança de ciclistas. A bicicleta é um meio de transporte  e precisa ser acolhida em todo espaço geográfico da cidade sejam industriais, comerciais e habitacionais.

Isso requer o cumprimento da  então vigente lei sancionada pelo prefeito em conformidade com PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE MANAUS - PLANMOB  que garante a eqüidade no uso do espaço público e segurança para pedalar. O uso da bicicleta é fundamental para o deslocamento urbano de milhares de pessoas, e ainda constitui uma atividade saudável de lazer. Por isso, deve receber a atenção adequada da prefeitura. Uma vez, que cresce o número de mortes de ciclistas no trânsito de Manaus  por falta de sinalização, proteção adaqueda nas ruas além da imprudência dos motoristas. Pelo fato dos ciclistas não serem enxergados como "maioria da população" vidas são ignoradas e as obras não são direcionadas de acordo com o sancionado. 

Exigimos que esta lei  seja executada o quanto antes e não contemple apenas obrigatoriedade da criação de ciclovias – ciclofaixas e ciclopistas – mas também a implementação de outros instrumentos necessários para garantir a presença segura da bicicleta no sistema de circulação das cidades. A ciclovia é apenas uma das soluções técnicas para o desenvolvimento de uma política de segurança aos ciclistas, que também precisam de paraciclos (estacionamentos abertos), bicicletários (estacionamentos fechados), campanhas educativas para ciclistas e motoristas em geral, sinalizações horizontais e verticais específicas, iluminação e tratamento paisagístico para que o pedalante se sinta protegido e respeitado. 

Estas exigências estão amparadas por normas federais que dão diretrizes ao uso de bicicletas em nosso país, tais como a Resolução n.º 07 do ConCidades, o Plano Diretor de Transporte e da Mobilidade (PlanMob) e o próprio Código de Trânsito Brasileiro. Requeremos desta e de outras leis em Manaus– em reforço ao Plano Diretor de Transporte Urbano (PDTU/RMR) – que fundamenta o uso da bicicleta como meio de transporte, proporcionando a quem faz uso dela a garantia de um deslocamento seguro, e promovendo a integração (intermodalidade) da bicicleta com os meios coletivos de transporte como ônibus, trem e metrô. 

Questionamos o poder público que pouco tem feito para implementar uma política efetiva e permanente de inclusão da bicicleta como um meio de transporte, deixando de respeitar, sobretudo, a gente simples e trabalhadora que precisa da bicicleta como um meio de transporte eficiente, barato e seguro. 

Os cidadãos e cidadãs abaixo assinados apoiam esse documento. 

Disponibilidade da lei em: https://leismunicipais.com.br/a1/am/m/manaus/lei-ordinaria/2015/207/2075/lei-ordinaria-n-2075-2015-institui-o-plano-de-mobilidade-urbana-de-manaus-planmob-manaus-e-estabelece-as-diretrizes-para-o-acompanhamento-e-monitoramento-de-sua-implementacao-avaliacao-e-revisao-periodica#artigo_2