Mexeu com a Educação Infantil, mexeu comigo!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 10.000!


Nós mães, pais, parentes de crianças que estudam na rede municipal de ensino infantil da cidade de Belo Horizonte - as UMEIs - e também cidadãos e cidadãs dessa cidade, apoiamos a greve dos professores da educação infantil municipal e exigimos que o Prefeito Alexandre Kalil abra uma mesa de negociações com os representantes da classe imediatamente. 

A educação infantil é um dos pilares de uma sociedade saudável e crucial para a construção da cidadania. É dever do município prezar por uma educação infantil de qualidade. Por isso o prefeito deve acolher as demandas dos profissionais que atuam na área para que possam assim chegar a um acordo.

Repudiamos veementemente a repressão violenta que os professores sofreram no dia 23 de Abril de 2018 enquanto aguardavam uma resposta do Prefeito. É inadmissível uma cidade que trata seus educadores com bombas de gás, balas de borracha e jatos de água. Exigimos a retratação tanto por parte do prefeito Alexandre Kalil quanto do atual governador Fernando Pimentel e um pedido de desculpas da Prefeitura de Belo Horizonte e do Governo de Minas Gerais pelo tratamento dado aos professores. 



Hoje: Carina está contando com você!

Carina Mendonça precisa do seu apoio na petição «Prefeitura de Belo Horizonte: Kalil negocie com a Educação Infantil!». Junte-se agora a Carina e mais 8.250 apoiadores.