Em favor dos profissionais de Odontologia

Em favor dos profissionais de Odontologia

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!
Com 5.000 assinaturas, é mais provável que esta petição apareça na mídia!

Renato Batista criou este abaixo-assinado para pressionar Prefeito, Vereadores, Governador e Deputados. e

Deparamo-nos atualmente com um quadro de pandemia de novo coronavírus SARS-CoV-2 (2019-nCoV), causador da doença COVID-19, como reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 11 de março de 2020. A ANVISA na Nota Técnica GVIMS/GGTES/ANVISA no 04/2020, atualizada em 21 de março de 2020, colocou a assistência odontológica como de alto risco para a disseminação do novo coronavírus, devido à grande exposição aos materiais biológicos proporcionada pela geração de aerossóis durante os procedimentos.
E mais, recomendou que no início da pandemia que fossem realizados, pelos cirurgiões-dentistas, apenas procedimentos de urgência, minimizando os riscos de infecções cruzadas, em razão da possibilidade de transmissão do novo coronavírus mesmo em pacientes assintomáticos.
Em nossa profissão de Cirurgião Dentista, Auxiliar em Saúde Bucal (ASB), Técnico em Saúde Bucal (TSB) e Estudantes de Odontologia, a área de atuação é diretamente na boca, atendemos pacientes sem saber se este está contaminado ou não com o vírus da COVID19, e mesmo tomando todos os cuidados e obedecendo todas as medidas de biossegurança EXIGIDAS estamos na linha de frente e possuímos um risco elevado de contaminação com saliva, fluidos e aerossol, tanto dos profissionais quanto da população atendida. Como profissionais liberais (autônomos) e atendendo a decretos estaduais e municipais ficamos sem trabalhar e jamais fomos beneficiados por qualquer órgão governamental com algum auxílio, isenção de algum imposto ou redução nos valores de equipamentos de proteção individual (EPI), muito pelo contrário, quando autorizados a voltar às nossas atividades nos deparamos com aumento exorbitante dos valores de luvas, álcool, máscara, touca, e protetores de procedimento, inclusive com falta ou carência de muitos desses itens obrigatórios nos atendimentos.
Encontramos pacientes implorando atendimento no consultório para não irem a UPAs, ou postos de saúde tendo em vista a lotação por casos de COVID19.
Ao voltar às atividades, ratificamos o juramento que fizemos, além de ser o meio de sustento das nossas famílias ou aprendizado para se tornar um profissional. Tivemos perdas inestimáveis de colegas que esse vírus levou. Então:

Considerando a curva ascendente da Epidemia da COVID-19, em especial na região Norte e no Estado do Para;

Considerando o reconhecido grau de risco de contaminação cruzada inerente à atividade odontológica, o que coloca o toda equipe de saúde bucal, bem como pacientes e familiares em risco de contaminação e desenvolvimento da COVID-19;

Considerando que no estudo feito pela Ministerio da Saúde (2020), a Auxiliar de Saúde Bucal e o cirurgião dentista estão entre os sete profissionais com maior risco de contaminação, ficando atrás somente de profissionais como: socorristas, intensivistas e enfermeiros e técnicos que atuam diretamente na COVID-19;

Considerando que a fase 2 do grupo prioritário 1 de vacinação está em execução, e ela inclui todos profissionais de saúde em atividade do setor público e privado;

Considerando a necessidade da retomada plena da atividade odontologica com fins de atenção à saúde da população, bem como a recuperação econômica do negócio e da carreira do cirurgião dentista, os quais foram intensamente impactados pelo isolamento social e suspensão das atividades profissionais;

Considerando o acúmulo de problemas de saúde e o grave impacto que tal suspensão causou na saúde bucal das pessoas;

Solicitamos através desta petição que seja cumprido o rol de prioridade na distribuição de vacinas contra o Covid-19, e que sejam todos profissionais do setor privado na ativa tanto da área pública quanto da área privada vacinados uma vez que somos reconhecidamente um grupo de risco por nossa atividade.

E para que as nossas autoridades (Ministério da Saúde, Governador, Prefeito, Diretoria da Vigilância epidemiológica, vereadores e Deputados) nos incluam o mais rápido possível no plano de imunização de toda a classe, que assim desejar, a este DIREITO, como profissionais de saúde que somos, na fase 1. Pis no município de de Belém no Estado do Pará, e inúmeros outros municípios já foi anunciado o começo da fase 2 e nossos colegas de profissão não foram vacinados.
Cirurgiões-Dentistas, ASBs, TSBs e Estudantes de Odontologia nos ajudem assinando essa petição. E também você que faz parte, ou que tem familiares, amigos ou simpatiza a nossa causa. Muito Obrigado.

Belém, fevereiro de 2021

Dr. Renato Batista Neri CRO-Pa 5031
Drª Carla Casa Nova Xerfan CRO-PA 2943

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 5.000!
Com 5.000 assinaturas, é mais provável que esta petição apareça na mídia!