Prefeito Doria, não corte nossas bolsas de estudo!

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 100!


Atualmente, cerca de 300 jovens de cursinhos pré-vestibulares populares da cidade de São Paulo, se beneficiam de um programa de bolsa de permanência estudantil mantido pela Prefeitura de São Paulo. Na Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendorismo (SDTE), o programa ganhou o nome de “Bolsa Cursinho” e é regido pelas mesmas regras de outro programa, a “Bolsa Trabalho”.

A “Bolsa Cursinho” possibilita que jovens que não têm condições de pagar um cursinho particular possam custear seus gastos mensais básicos (como alimentação, transporte e material didático), enquanto se concentram nos estudos para ingressar na universidade.

Entretanto, tudo indica que pelo descaso e silêncio da Gestão Doria, essas bolsas serão sumariamente canceladas! Se concretizada, essa medida prejudicará seriamente os estudos de centenas de jovens que alimentam o sonho de realizar uma graduação!

Por isso, alunos e alunas, professores e professoras, pais, mães e toda a rede de apoiadores e apoiadoras da UNEafro estão se mobilizando para dizer ao Prefeito João Doria: não corte as bolsas! Caso contrário, a maioria dos 300 jovens terá que interromper seus estudos e, consequentemente, o projeto de entrar em uma universidade!



Hoje: UNEafro Brasil está contando com você!

UNEafro Brasil precisa do seu apoio na petição «Prefeito João Doria : Prefeito Doria, não corte nossas bolsas de estudo!». Junte-se agora a UNEafro Brasil e mais 83 apoiadores.