Nota de Repúdio ao Programa Cívico-Militar proposto pelo vereador Ivson (Cidadania) SL

Nota de Repúdio ao Programa Cívico-Militar proposto pelo vereador Ivson (Cidadania) SL

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!
Com 500 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!
Carol Loiola criou este abaixo-assinado para pressionar Prefeito Duílio de Castro Sete Lagoas MG e

NOTA DE REPÚDIO

Nós, educadores, pais, mães e responsáveis REPUDIAMOS a solicitação do vereador Ivson Gomes de Castro, feita em 05/01/2021 pelo Ofício 002/2021, para que o município de Sete Lagoas manifeste o interesse em aderir ao “Programa nacional das escolas cívico-militar”, sob as justificativas vagas de que “o ensino é de excelente qualidade, [possui] disciplina exemplar, escola com maior segurança, menor taxa de evasão escolar e maior taxa de aprovação escolar.”

Além de depreciar as escolas públicas de Sete Lagoas em relação à qualidade do ensino ministrado, à disciplina compartilhada, à segurança das escolas, assim como questionar as taxas de evasão e aprovação veiculadas de forma transparente pelas escolas, ataca o trabalho de todos os servidores da educação das escolas de Sete Lagoas.

Uma solicitação que demonstra o total desconhecimento sobre a realidade das escolas públicas de Sete Lagoas, o despreparo para tratar de um tema tão complexo como a Educação pública, assim como desrespeita a categoria de trabalhadores da área (educação) do município de Sete Lagoas e seu sindicato que NÃO foram consultados.

Portanto, uma solicitação sem caráter de interesse público, e claramente de cunho ideológico.

Nisso,

Repudiamos um “ensino” que preza pela padronização dos comportamentos dos alunos e alunas;

Repudiamos um “ensino” em que a punição é essencial à sua “doutrina pedagógica”;

Repudiamos um “ensino” que cerceia a espontaneidade viva das crianças para impor uma sobriedade neutra, que elimina as diferenças expressadas pelos adolescentes, essenciais para a composição de sua identidade em formação;

Repudiamos um “ensino” pautado pelo autoritarismo, que canoniza a obediência, que fomenta a subjugação e que sacraliza a hierarquia;

Repudiamos um “ensino” em que a competição, o tecnicismo, o corporativismo e o individualismo substituam a cooperação, o humanismo, o coletivismo e a individualidade;

Repudiamos um “ensino” em que qualquer expressão de feminilidade é condenada, considerada “sinal de fraqueza”, interditada ou mesmo abominada;

Repudiamos um “ensino” em que o diálogo é substituído por palavras de ordem, em que os nomes sejam substituídos pelo formalismo de sobrenomes e pela imposição de pronomes de tratamento;

Repudiamos um “ensino” em que a imposição de símbolos nacionais e sua idolatria sejam colocados acima da liberdade de escolha de alunos e alunas;

Repudiamos um “ensino” que não seja plural, que não seja democrático, que não seja afetivo, em que crianças não possam ser crianças e adolescentes não possam ser adolescentes.

Assim, pelas razões aqui expostas, REPUDIAMOS o “ensino cívico-militar”.

Portanto, REPUDIAMOS a adesão das escolas do município de Sete Lagoas ao “Programa nacional das escolas cívico-militar”, e solicitamos ao prefeito Duílio de Castro sua negativa a essa solicitação, assim como conclamamos o apoio dos demais vereadores da câmara municipal de Sete Lagoas para se posicionarem contra essa solicitação.

Leandro Augusto de Rezende - professor no ensino básico.
Carolina Cabral Loiola - Professora concursada do Município de Sete Lagoas há 25 anos.
Luiz Felipe Carvalho Campos - professor de ensino básico/História
Kaio Cezar Fernandes de Sousa - Professor de Literatura e Secretário Escolar do Município
Quélvia Maria Tavares Campolina Machado - Professora aposentada
Arlete Dores da Silva Souza
Adriana Aparecida Pereira Alves - Professora Regente do Município de Sete Lagoas
Lidiane Amantea dos Reis Tomé - Professora regente do município de Sete Lagoas.
Luciana Paula de Souza
Professora regente do município de Sete Lagoas.
Francis dos Reis Tomé - Professor público do estado.
Rita de Cassia Abreu Mansur de Jesus. Professora Municipal - Atuando como Diretora Escolar
Grecielle Miraini Silva Vieira -auxiliar de professor do município de Sete Lagoas.
Juliana Gonçalves Leão de Paula - Professora do Ensino Fundamental e Médio- Português/ SEE/MG
Reginaldo Araújo Vieira - Soldador - pai de aluno.

0 pessoa já assinou. Ajude a chegar a 500!
Com 500 assinaturas, é mais provável que essa petição seja recomendada a outras pessoas!